06/01/2010

O que somos? de onde viemos?...para onde vamos?...

Para entendermos o que representamos no Universo. Cada um tire suas conclusões.


Animação produzida pelo Museu de História Natural dos Estados Unidos.

A Cara de Pau de alguns não tem limites

Impressionante. A vergonha na cara não faz mais parte da carteira de valores de muitos dos nosssos políticos. O  Arruda que o diga. Ele talvez pense: "se o Sarney ficou, porque não eu?"

03/01/2010

MACARRÃO DE DOMINGO

Pra não dizer que o domingo foi totalmente improdutivo, até que tive uma inspiração bacana. Resolvi fazer o próprio almoço. Olhei pra minha hortinha particular, visualizei a possibilidade de criação de um prato fan-tás-ti-co. Como nunca ninguém viu igual:

Depois foi só preparar os ingredientes:

E estava preparada e pronta a mais deliciosa massa com alho, tomate, mangericão claro e escuro, tomilho e orégano. E o azeita extra virgem foi da variedade Hojiblonca, que é frutado e suave (agora inventaram essa moda de azeites diferentes).

Fala sério. Tenho orgulho disso.

Só preciso dar um nome pra esse prato.

A Cultura da Culpa

É comum  ouvir as pessoas falando de quanto comeram nas festas de final de ano. Que precisam queimar as calorias consumidas nos feriados, que exgeraram nas bebidas...etc....
Quando será que as pessoas descobrirão que temos direito a ess prazer. Passamos o ano inteiro comendo o basicão, as vezes tendo que fazer pratos nos "quilos da vida" (insuportáveis) e quando chega o final do ano ficam com remorso.
é hora de comer mesmo, beber todas, se esbaldar na farra gatronômica. Saborear um suculento lombinho, fartar-se com aquela deliciosa farofa de passas, ameixa e bacon, afundar-se na salada de batatas com maionese. Isso é uma delícia. Teremos o resto do ano para voltar ao básico. Nosso feijão com arroz, bife e saladinha de tomate nos esperam pacientes. Salvo nos finais de semana quando nos entregamos ao prazer de uma boa Picanha ou uma deliciosa pasta.

01/01/2010

2009 deixou cheiro de quê?

O ano se foi. Quem dera com ele tivessem ido coisas que andaram cheirando mal. Tá uma euforia danada. Alardea-se aos quatro cantos que o Brasil terá um ótimo ano em 2010, que a economia está ótima, temos o melhor preidente do mundo....e por aí vai. Estranho tudo isso par um ano em que:
  •  Um arcebispo resolve excomungar uma mulher que fez o aborto mas não excomungou o estrupador;
  • Um filho de senador consegue proibir um órgão de imprensa de dar certas notícias;
  • O pai do filho desse senador faz e dezfaz no senado e é abençoado pelo presidente e todo mundo tem que calar a boca;
  • Pessoas eleitas pelo povo recebem dinheiro ilegal e rezam agradecendo a Deus por isso;
  • Monta-se uma conferência sobre o meio ambiente mundial e tudo o que sai de lá é que não será feito nada;
  • temos um presidente extremamente popular  e faz uso dessa popularidade para tomar atitude autoritárias;
  • O Nobel da Paz é recebido por um homem que vai mandar 30 ml soldados pra guerra;

E tem muito msais por aí

Assim sendo, meu desejo para 2010 é que as urnas mostrem a força que podem ter para mudar isso tudo. Estamos em ano de eleição presidencial. Mas estamos também em ano de copa do mundo.

Manifesto esse meu desejo embora eu não consiga acreditar em mudança. O que sinto de verdade é uma conivência Nacional com tudo isso que tá aí.

Nas festas da Virada de ano um pequeno acontecimento acendeu uma luzinha, embora não explorado pela imprensa (fiquei acompanhando ao vivo o desespero da repórter da Globo News tentando dizer que as pessoas ainda chegariam. Isso 20 minutos antes da meia noite.): Em Brasília eram esperadas 400 mil pessoas para a festa. Compareceram 3mil. Será que isso quer dizer alguma coisa?

Que 2010 seja de felicidade, pois a espaerança já se foi há muito tempo.