30/12/2006

Esse final de ano pela primeira vez me deu vontade de fazer um balanço de tudo o que aconteceu. Pesar tudo e planejar algumas coisas. Se bem que planejar não é o meu forte. Mas foram muitas coisas boas que aconteceram. E tudo de uma vez. Mas tudo teve seu preço. Trabalho, amores (ai esse meu coração!!!), amigos.......muita coisa mudou. Se foi bom ou não só saberemos com o tempo, não é mesmo?

Pra fechar escolhi a música que foi meu tema e me despedirei de 2006 ouvindo-a. Talvez ela me acompanhe ainda por muito tempo....claro! com bom sentimental que sou, ouço-a com um pouquinho de dor no coração. Mas foi bom....muito, muito bom.
Adeus e Obrigado 2006!!!!




When You're Gone - Cramberries

Hold on to love, that is what I do, Now that I've found
you.
And from above, everything's stinking, They're not
around you.
And in the night, I could be helpless.
I could be lonely, sleeping without you.
And in the day, everything's complex. There's nothing
simple,
when I'm not around you
But, I miss you when you're gone, That is what I do,
ba-baby.
And its going to carry on, That is what I knew, hey
baby.
Hold on to my hands, I feel like sinking, Sinking
without you.
And to my mind, everything's stinking, Stinking
without you.
And in the night I could be helpless. I could be
lonely, sleeping without you.
And in the day, everything's complex. There's nothing
simple,
When I'm not around you.
And I miss you when you're gone, That is what I do,
ba-baby.
And its going to carry on, That is what I knew, hey
baby.

29/12/2006

Hoje, entre uma coisa e outra que eu estava fazendo, parei pra ver um pouco de tv. Coloquei num canal onde rodava um programa de clipes. Coincidência ou não, foram executados seguidamente:
"November in Rain" (Guns)
"Head over Feet" (Alannis)

Doeu! Doeu fundo......

coincidência????

28/12/2006

Recomendado por um bom amigo fui apresentado ao "The Wallflowers". Eu não conhecia. Passo adiante: som muito bom, gostoso, uma mistura meio "Pimk Floyd" com "U2". mas muito bom.
O vocalista é filho do Bob, sim o Bob, o Dylan...aquele mesmo.

26/12/2006

Trilha Sonora de Férias

Pra estar de folga tem que ter trilha.
Tô ouvindo e recomendo:

Husky Rescue
Belle & Sebastian
Nouvelle Vague
America

23/12/2006

Agora, definitivamente sou uma pessoa um pouco mais feliz. Comprei a cafeteira!!!! Programável e tudo.....tudo bem que eu não aprendi ainda como se programa essa coisa....mas vamos dar uma lidinha no manual.....

22/12/2006


Áquila hoje, na putaria, fazendo a festa dentro de casa. Eita vida boa essa quando o paizão tá em casa!!!
O Bill Gates decobriu que meu Windows não é original. Fica me avisado toda hora. Vou levar o PC para um Up grade e reformatação. E o Bill Gates que se foda.
Tô com vontade de ir ao Recife..... com muita vontade de ir a SP também.....ah esse meu coração......ou seria melhor Fortaleza?????? Acho que o melhor é ficar quieto por aqui, curtir uma praia....afinal o estrago já foi bem grandinho esse ano....

The first day of my vacations

Há quanto tempo eu não ficava na cama enrolando pra levantar? nem lembro mais.....o fato é que hoje fiquei até as 10h.
Tudo bem que já ligaram dois colégios e a Editora ........but, what can I do?

Tinha planejado me jogar num shopping e fazer uma coisa que não faço a anos: gastar dinheiro comprando o que "der na telha"....mas tá chovendo muito, tô sem o mínimo saco de sair.....assim quem sabe também eu aproveite as famosas e fictícias promoções pós natal....
Por enquanto ouvindo música a todo volume e coçando o ......(inominável...rs).

Vou brincar com o s cachorros na sacada....

21/12/2006

A editora mudou os planos para férias. Vão ser agora.
Neste exato momento faltam 30 minutos para que eu esteja de férias. Planos:
- amanhã comprar um tênis novo para começar as caminhadas diárias;
- comprar minha tão sonhada cafeteira, quem sabe assim serei uma pessoa um pouco mais feliz;
- planejar minha ida à Blumenau no Natal.....comida, família, festa...presentes;
- alugar pilhas de DVD's para assistir e me atualizar na Sétima Arte;
- mandar e-mails desejando coisas boas de final de ano;
- pesquisar loja para fazer o up grade do meu computador, ou será que compro um novo?
- passear bastante;
- queria aproveitar alguns dias para ir para SP...será? tá faltando um convite...mas acho que não vai rolar.....mas eu queria muito...

enquanto estou escrevendo o tempo para as férias diminuem: só faltam 21 minutos......

e a contagem continua.....

14/12/2006

Aventuras de um Bandeirante

Bandeirante: me sinto um, na situação de quem está desbravando o interior de São Paulo. Sempre tive curiosidade de conhecer este lado meio "far west" brasileiro.
Na última segunda, depois de 8 horas de viagem de carro chegamos a Presidente Prudente. De início achei meio estranho: soava esquisito o "r" caipira. O que eu sempre ouvia como piada estava ali de forma concreta e real. O pior é que eu tinha vontade de rir...mas ajuizado como sou, me contive.
Saida desta cidade fomos a Marília, Garça e agora estamos em Bauru. A paisagem entre uma cidade e outra apresenta quase nenhuma variação: até agora só café e cana...por quilômetros.
A convivência com a equipe está sendo boa: Jaqueline é divertida, Rosângela é amiga e disposta. Excetua-se o professor (não citarei o nome para não me comprometer). Sempre tive respeito pelos mais velhos, mas nesse caso em particular está difícil. Independente da idade não gosto de pessoas com soberba, extremamente metódicas, desrespeitosas e acima de tudo teimosas nos seus erros. O trabalho de uma equipe que poderia ser um SHOW acaba sendo comprometido por causa da senilidade de uma pessoa. Fazer o quê? querem assim....assim será!

Mudando de assunto: Cada vez estou mais convicto de que existem pessoas ao nosso redor que possuem como missão transformar a vida dos outros num inferno. Como fazem muitas "cagadas" insistem em espalhar a merda para os outros para que elas não tenham que aguentar o cheiro sozinhas. Estou numa dúvida cruel: mando o dito cujo pra puta que o pariu ou mando enfiar o dedo naquele lugar e sair assoviando.....

07/12/2006

no Submarino Amarelo

Minha amiga Ana é uma gênia. Ela adivinhava que música dos Beatles iria tocar só com os caras passando o som.

Não sei porquê não fomos atendidos quando pedimos para tocar O-bla-di O-bla-da...só porque foi considerada a música mais chata do século passado?
Sem problemas, em casa ouvi umas vinte vezes.

As últimas e as próximas

Sábado passado eu, Paulo, Ana e Marcelo fomos ao Submarino Amarelo. Bar que tem tudo, mas tudo mesmo, a ver com os Beatles. Excelente. (Ricardo Jafet, 51 - Ipiranga)
Paulo e Ana: temos que repetir.

Quem quiser me encontrar nos próximos dias é só seguir o seguinte roteiro:
11 e 12: Presidente Prudente;
13: Garça
14: Bauru
15: Campinas
16: Santos/São Paulo
17, 18 e 19: São Paulo.

e tem mais: vou pilotar um (ou seria 'uma') Doblô da Fiat. Acompanhado de Proença, Jaqueline e Rosângela. O foda vai ser aguentar o Proença no mesmo quarto de hotel esses 10 dias.
Não mereço isso.....com todo respeito Proença...

02/12/2006

O que eu devia ter dito

Que a necessidade dos nossos corpos não seja somente prazer...
Que o brilho dos nossos olhos, não expresse apenas a saudade...
Que os pensamentos que nos invadem, não sejam apenas devaneios...
Que a minha busca e a sua capacidade de se doar, não seja apenas um ato de entrega...
Que o amor que carregamos no nosso coração, não seja apenas um breve amor...
Que tudo o que pudermos dizer um ao outro, que seja dito enquanto existe a afinidade de idéias.
Que possamos não ocultar as mágoas e os ressentimentos.
Que o nosso ideal de vida seja o mesmo.
Que tudo o que sonhamos, seja conjunto.
Que nosso equilibrio esteja na mesma medida...
Assim, quando não existir mais nenhum obstáculo entre nós, possamos ser finalmente uma grande história de amor.
Só pra esclarecer:
tô "quebrando a cara" no trabalho, no amor e com os amigos.....
estou muito propenso a começar a consultar a astrologia...
afinal, uma onda dessa não pode vir a toa....
tô me cansando....
e quando me canso, tendo a mandar tudo a puta que o pariu....


acabei consultando o horóscopo. Vejam alguns trechos:

Finanças
Muitas obrigações cairão sobre sua cabeça, mas as condições para tocá-las ainda não estão prontas. É possível que você tenha de viajar a trabalho antes da Lua nova, que ocorre em Sagitário no dia 20/12, por causa dessas pendências.

Geral
Equilíbrio delicado entre cumprimento de obrigações e vontade de se distrair, e possível desavença entre os mais próximos, que tende a deixa-lo aéreo e impulsivo, ocasionando acidentes, por isso, mantenha a calma e não tente abraçar o mundo. Moderação ao dirigir e à mesa. Amores neutros.
Mostrando a cara bem de perto. Ainda bem que aexpressão "quebrar a cara" não acontece literalmente. Os últimos acontecimentos tem sido um verdadeiro show de estilhaços, pra todos os lados. Mas tô de pé. E assim continuo.

Ultimamente tenho ouvido muito: " todo libriano é egocêntrico e vaidoso". Até agora não havia percebido essas caracterísitcas. Porém estou muito disposto a assumí-las em toda sua plenitude.


Fato:
Sexta feira, 01 de dezembro, Avenida Paulista, esquina com Haddock Lobo. Estava eu passando no local quando entra em som altíssimo, uma orquestra, um tenor e uma soprano cantando trechos do Fantasma da Ópera. Entoaram também outros clássicos da música mundial. O que impressionou não foi a música, e sim a atenção que o público passou a dar durante o concerto. Mesmo com o movimento caótico dos carros, que é comum na Paulista, as pessoas ovacionavam enlouquecidas aquela apresentação. Era como se obarulho não existisse.
Um show: Parabéns São Paulo.

26/11/2006

Alguém pode fazer o favor de avisar a essa imensa legião de evangélicos que andam de ônibus que ler durante a viagem pode causar descolamento de retina....e que por favor, leiam algo mais útil do que a bíblia, ou livros sobre pessoas endemonhadas e como Jesus cura as doenças.....


Moro num bairro que é tipicamente periférico: concluo pelo número imenso de passats, chevettes, voyages que circulam por aqui.....só sinto falta do brasília.
Hoje teve festa da empresa.
foi bem legal....
Teve sorteio de presentes com apresentadores fazendo suspensezinho: "quem ganho começa com a letra..."; "quem quer ganhar o prêmio levanta a mãozinha....."....
Teve alguém imitando o SS durante o sorteio....
Teve banda tocando hits inéditos e nada comuns nessas festas: "Whisky a gogo"; I will survive"; YMCA; Estúpido cupido.......
Teve fotógrafo tirando fotos das turminhas fazendo caretas e gracinhas...
Só faltou o amigo secreto...ou amigo oculto, como queiram...
Enfim....nada de novo no front!!!!!!

22/11/2006

Hoje a tarde tenho novamente aquele exame chamado "Teste Ergométrico"....quando se passa dos 40 saímos da garantia....é preciso tomar cuidado. Depois disso ainda encontro com o Dentista....eita dia pra ter sofrimento....
Também hoje saem os os resultados dos exames de sangue.
Ai que meda....
É foda ter culpa no cartório!!!

21/11/2006

Até hoje não descobri se é melhor abrirmos nossos problemas para os outros, ou se é melhor ficar quieto. A impressão que tenho é que: "quem tiver seus problemas que resolva-os". Quero crer que não. Isso pode mudar de pessoa pra pessoa. Temos que ser seletivos quando abrimos algo muito íntimo. A maioria das pessoas não tem estrutra para entender ou para fazer o que é mais simples e encontramos em quem menos esperamos: ser solidário.
chiei!!!!!!

15/11/2006

Alguém lembra da história do Fernão Capelo Gaivota (Jonhathan Livingstone Seagull)?
Entender que cada ser constrói-se a partir de suas opções, suas ações e principalmente, a partir da história que o envolve. Querer que as pessoas moldem-se aos nossos próprios desejos: esse é o erro que faz fracassar a conquista de novas amizades.
Respeitar histórias pessoais e não julgar: a chave para construir uma boa amizade.
Pessoas fazem opções: devem entender que cada ato decorrente de uma opção ou pensamento possui consequências que nem sempre estão ao nosso controle.
Admiro pessoas que conseguem ser autênticas e controlam sua própria história.
O que define alguém é o que ela faz, não o que pensa ou o que diz. Formamos a imagem alheia a apartir de atitudes vistas e não apenas analisando o que falaram.
Não é fácil ser gente. Mas é mais simples do que pensamos.
Porque na periferia há tantos evangélicos com os cabelos imundamente longos, e são tão mal educados?

11/11/2006

Por muitas vezes ouvimos pessoas falarem que a história é cíclica. Que os fatos se repetem. No entanto não percebem que o que é sempre o mesmo é o seu olhar. Fatos e acontecimentos são sempre novos, o que é velho é o modo de ver as coisas. As pessoas precisam descarregar velhas referências e e abrirem-se para novas. Então a História se renovará.

04/11/2006

Curiosidades sobre mim mesmo


Descobri hoje que existe uma flor chamada "Erthalina"? É essa aí de cima.


Explicando o significado do nome ERTHAL.

Resumindo um pouco, sabe-se que o nome deriva da combinação do prefixo ER (do rio ERBACH) com a palavra THAL, cujo significado é VALE. Traduzindo: ER+THAL significa " vale do ER ". Bonito, não é?

Os primeiros a usar o nome Erthal foram 3 irmãos: Raho, Burges e Falko.

03/11/2006

No post anterior esqueci de dizer que SP também é muito bom para fazer novas amizades. E como toda cidade cosmopolita encontram-se pessoas de todo o Brasil. E tenho tido sorte com as amizades. E especialmente com uma boa amizade cearense. Os botecos e as cervejas que o digam.

Costumam me perguntar sobre São Paulo: é perigoso? poluição? e o trânsito? você consegue dirigir?
respondo: São Paulo tem tudo o que qualquer cidade brasileira tem: trânsito, violência, poluição...só que tudo potencializado a 1000. Mas também tem diversão, pessoas diferentes, cultura em todo canto e muito, muito trabalho pra fazer.
Engraçado, quando chega a noite e termino meu trabalho, saio pra caminhar na Paulista, sempre procurando um lugar diferente pra jantar. Quando menos percebo estou andando acelerado, igual aos paulistas. A gente acaba entrando no ritmo, e não sabe porquê.

Nesse momento digo: OBRIGADO VIDA POR SÃO PAULO E PELA AMIZADE ESPECIAL!!!!!

01/11/2006

Depois de 20 dias.....

Depois de 20 dias em São Paulo, trabalhando feito jumento, algumas considerações:

A cidade (sp) continua encantadora. Cada vez que volto fico com saudades antecipadas;
Pude me livrar de ter que decidir em quem votar: justifiquei!
Calor insuportável.
Pessoas interessantes.
Pessoas chatas.

Só tem uma coisa: terra da garoa não é mais! Coisa rara ver isso por lá.

Hoje Aeroporto: todos falavam em caos. Apesar do atraso de duas horas na saída do vôo, não vi nenhum caos.

Curitiba de novo.
Folga até segunda. Folga mais ou menos: hora de pagar as contas, organizar a vida, organizar agenda, resolver problemas.

O mais importante: redescobri-se e revelar-se. Hora de atitudes.

29/10/2006

pensamento do dia

Tudo de amor que existe em mim foi dado
Tudo que fala em mim de amor foi dito
Do nada em mim o amor fez o infinito
Que por muito tornou-me escravizado.
Tão pródigo de amor fiquei coitado
Tão fácil para amar fiquei proscrito
Cada voto que fiz ergueu-se em grito
Contra o meu próprio dar demasiado.
Tenho dado de amor mais que coubesse
Nesse meu pobre coração humano
Desse eterno amor meu antes não desse.
Pois se por tanto dar me fiz engano
Melhor fora que desse e recebesse
Para viver da vida o amor sem dano.

/Vinicius de Morais

14/10/2006

Nem sempre tudo são flores (éssa é uma das frases mais clichês que conheço). Quando as coisas não estão muito em, algumas complicações e percalços no caminho, problemas que aparentemente ou momentaneamente não têm solução: o que fazer? Ficar quietinho, ir levando a vida, se possível com o máximo de bom humor. Algumas coisas acabam se resolvendo sozinhas...é melhor a gente deixar quieto.


Momento descontração durante o feriadão. Casa nova, e a festa com o bebezão: o grande companheiro. (por trás aparece a ciumenta e bicuda Bonnie, com sua indisfarçavel antipatia).

11/10/2006



Eu na versão Dom Bosco. Com esse uniforme encarno o simpático-solícito-sempre disponível e querido-consultor.

09/10/2006

Herança final

De todas as cagadas que o Lula tem feito (embora ele não saiba disso), a pior será agora: deixar o Alckmin para Presidente......arghhhhhhh.

Coisas que mudaram no meio do caminho - 1

Idade: 15 anos. Estudante do Segundo Grau (assim se chamava em 1981) no Colégio São Luiz, período noturno. Naquele dia frio de junho a turma não estava afim de assistir as aulas. Seria preciso arrumar um jeito para que fôssemos dispensados. Não dava mais pra "gazear" pois todos já estavam muito manjados. A conversa rolava no banheiro. Quando o quietão aqui deu a idéia: se tirarmos a lâmpado do bocal e jogarmos água podemos provocar um curto circuito no sistema elétrico. Sem luz não haveria aula. Um colega tirou a lâmpada e eu com a mão em forma de cumbuca cheia de água atirei: o estouro foi alto. A luz do segundo andar apagou-se por completo. O plano tinha funcionado. Como ninguém sabia o que tinha havido, todos foram dispensados.
Quinze dias depois veio a bomba: no colégio investigavam arduamente o responsável pelo acontecido. A Diretoria resolveu que a turma inteira seria suspensa. Pra acabar com a história fui até a diretoria e relatei o fato, evitando assim a suspensão de todos.
Surpresa: não acreditaram em mim. como podia? o mais quietinho da turma ter feito algo assim? O fato é que fiz. Resusltado: convidado a me retirar do colégio. Estudei os seis meses seguintes em colégio público.

08/10/2006

O que mudou no caminho?

Lembro-me muito bem da infância em que eu era tímido, recalcado. O tipo de aluno em sala que sentava no fundo da sala, franzino, medroso e sem amigos pois dificilmente conversava com alguém. Ligeiramente estressadinho, pois bastava alguém provocar que eu avançava pra cima na porrada.
Hoje me vejo a frente de atividades falando para dezenas, as vezes centenas de pessoas, desinibido, falando sem parar, e dos mais variados assuntos.
Pergunto: O que mudou no meio do caminho? Pra onde foi o menino de Guabiruba, quieto, envergonhado, que fantasiava a vida pois achava que não o bom dela estava muito distante?
Putz! Derrepente bateu uma saudade!!! (Ou será que estou com uma ligeira vontade de me esconder por alguns instantes lá no interior de SC e ficar sozinho, como era naquele tempo?).
Durante três dias acompanhando 80 pessoas que faziam parte de um grupo de 600. Dedicar-se a cada momento a cada um. Dar o melhor de si.
Dores na gengiva: e mesmo assim sorrir.
Cefaléias: e mesmo assim sorrir.
Deu problema: solucionar.
Dormir pouco: estar disposto na manhã seguinte como se tivesse dormido uma eternidade.
De tudo isso, o mais difícil: aguentar, alguns que deveriam ser seus colegas, torcendo pelo seus erros (pra eles um cotoco).
Deu tudo certo. A única diferença: devo estar uns dois quilos mais magro.
Terminado tudo: uma sessão de sexo e cama.
Hoje: novinho em folha!

07/10/2006

Frank Sinatra
My Way


And now the end is near
E agora o fim está próximo
So I face the final curtain
Então eu encaro a cortina final
My friend, I'll say it clear
Meu amigo, Eu vou falar claro
I'll state my case of which I'm certain
Eu irei expor meu caso do qual tenho certeza
I've lived a life that's full
Eu vivi uma vida por inteiro
I've travelled each and every highway
Eu viajei por cada e em todas as estradas
And more, much more than this
E mais, muito mais que isso
I did it my way
Eu fiz do meu jeito
Regrets, I've had a few
Arrependimentos, eu tive alguns
But then again, too few to mention
Mas então, de novo, tão poucos para mencionar
I did what I had to do
Eu fiz, o que eu tinha que fazer
And saw it through without exception
E eu vi tudo, sem exceção
I planned each charted course
Eu planejei cada caminho do mapa
Each careful step along the byway
Cada passo, cuidadosamente, no correr do atalho
Oh, and more, much more than this
Oh, mais, muito mais que isso
I did it my way
Eu fiz do meu jeito
Yes, there were times, I'm sure you knew
Sim, teve horas, que eu tinha certeza
When I bit off more than I could chew
Quando eu mordi mais que eu podia mastigar
But through it all when there was doubt
Mas, entretanto, quando havia dúvidas
I ate it up and spit it out
Eu engoli e cuspi fora
I faced it all and I stood tall
Eu encarei e continuei grande
And did it my way
E fiz do meu jeito
I've loved, I've laughed and cried
Eu amei, eu sorri e chorei
I've had my fails, my share of losing
Tive minhas falhas, minha parte de derrotas
And now as tears subside
E agora como as lágrimas descem
I find it all so amusing
Eu acho tudo tão divertido
To think I did all that
De pensar que eu fiz tudo
And may I say, not in a shy way
E talvez eu diga, não de uma maneira tímida
Oh, no, no not me
Oh não, não eu
I did it my way
Eu fiz do meu jeito
For what is a man, what has he got
E pra que é um homem, o que ele tem que conseguir
If not himself, then he has not
Se não ele mesmo, então ele não tem nada
To say the things he truly feels
Para dizer as coisas que ele sente de verdade
And not the words he would reveal
E não as palavras que ele deveria revelar
The record shows I took the blows
Os registros mostram que eu recebi as desgraças
And did it my way
E fiz do meu jeito
O que muda na nossa vida com achegada do aniversário?
É só pra lembrar que o tempo tá passando e que não se pode perdê-lo?

02/10/2006



Finalmente curtindo a casa nova. Pena que o tempo em casa agora seja pouco. Muito trabalho e muita viajem....ossos do.....

30/09/2006

Eu não sei em quem votar!!!!!!
Me desespera essa onde de descrétito que assola o país. Pessoas votando nos menos piores. Onde vamos parar?
Não sei o que faço, depois de três eleições seguidas justificando o voto, finalmente tenho a oportunidade de exercer minha "cidadania" e não sei pra onde vou.
Hoje, 4:30 da manhã (Campo Grande, MS - horário local), esperando para embarcar em vôo para SP com conexão para Curitiba, recebo a ligação do Marcelo desejando boa viajem e me comunicando do acidente com o Vôo 1907 da Gol.
Resultado: eu o restante dos passageiros com indisfarçável cara de pânico a cada pequena turbolência. O vôo estava lotado (promoção da Tam dá nisso). Era coletivo o sentimento de alívio a hora que todos desembarcavam em Congonhas.
Enfim: lamentável tal acidente. O que dizer? Melhor nada.

29/09/2006

momento pré-próximo-quase chegando-reflexivo do meu aniversário.

The Corrs - No Frontiers
If life is a river and your heart is a boat
And just like a water baby, baby, born to float,
And if life is a wild wind that blows way on high,
And your heart is Amelia dying to fly,
Heaven knows no frontiers and I've seen heaven in your
eyes
And if life is a bar room in which we must wait,
'round the man with his fingers on the ivory gates,
Where we sing until dawn of our fears and our fates,
And we stack all the dead men in self addressed
crates,
In your eyes faint as the singing of a lark,
That somehow this black night,
Feels warmer for the spark,
Warmer for the spark,
To hold us 'til the day,
When fear will lose its grip,
And heaven has its way,
Heaven knows no frontiers,
And I've seen heaven in your eyes
If your life is a rough bed of brambles and nails,
And your spirit's a slave to man's whips and man's
jails,
Where you thirst and you hunger for justice and
right,
And your heart is a pure flame of man's constant
night,
In your eyes faint as the singing of a lark,
That somehow this black night,
Feels warmer for the spark,
Warmer for the spark,
To hold us 'til the day when fear will lose its grip,
And heaven has its way,
And heaven has its way,
When all will harmonise,
And know what's in our hearts,
The dream will realise
Heaven knows no frontiers,
And I've seen heaven in your eyes,
Heaven knows no frontiers,
And I've seen heaven in your eyes

15/09/2006

Eu queria estar com saco pra escrever algumas coisas. É muito pra escrever e pouco tempo pra redigir. Na verdade é muita coisa e não sei por onde começar. Acho que seria melhor não ter escrito isto.

19/08/2006

Massacre

Os últimos dias têm sido um massacre emocional e físico.
Quarta feira (16) - atender quase 30 professores falando sobre dificuldades em sala de aula e tentando ajudá-los;
quinta e sexta (17 e 18) - sequência de 6 palestras para quase 800 pais de alunos. Dar a palestra não é problema. o foda é aguentar os pais que vêm falar com a gente depois da palestra achando que a gente vfai resolver todos os problemas escolares dos filhos deles....arghhhhh.
sábado (19): Evento com quase 600 professores durante o dia inteiro. Ontem depois que terminei as palestras em São Vicente, no final do dia, fui direto à Guarulhos ajadar a preparar o evento e ficamos até às 2h da manhã. Hoje acordei às 5 da manhã e voltamos pra Guarulhos (Marriot Hotel) pra terminar os preparativos e receber os participantes. O dia inteiro de paletó e gravata, fazendo "a social" e sorrindo, cumprimentando. Valeu por que o evento foi um sucesso.
Valeu também porque a Editora resolveu abrir a mão e fomos jantar na Cantina do Piero (Haddock Lobo). Meu prato? Pernil de vitela fatiada, com brócolis no alho é óleo com batatas coradas.
Agora estou aqui jogado na cama do flat, querendo estar na minha casa nova. O Marcelo se encarregou da mudança. O Áquila está de volta. Morando conosco. Estou com saudades de casa, dos bebês, e de amigos: essa é a parte podre da vida de quem viaja. O trabalho é bom, mas a noite...........

13/08/2006

Mudança de Planos

Sim, ous últimos dias têm sido tensos. Até a última quarta feira estava tudo certo: estávamos fechando negócio com um apartamento ótimo, vizinho à Editora, só faltava a assinatura dos contratos. Naquela manhã recebemos um telefonema de que a senhora que havia adotado o Áquila estava com problemas com ele: Não conseguia se aproximar dele, nem tão pouco soltá-lo para os passeios diários. Isso depois de estar com ele há vinte dias, só agora ela veio avisar.
Resultado: tivemos que mudar os planos. Começou a correria para achar uma casa para alugar. tinha que ser uma casa que comportasse a presença do Áquila já que optamos em resgatá-lo ao nosso convívio. Achamos a casa.
O porque da correria? Tenho que viajar dia 15 para São Paulo. Minha volta está prevista para o dia 05 de setembro. Demos entrada nos papéis, mas a burocracia das imobiliárias....hummmm...sem comentários. Tenho que deixar tudo pronto até terça de manhã: contrato assinado, firma reconhecida, etc.....pra piorar a imobiliária exige (como qualquer outra) a declaração completa do Imposto de Renda. Acontece, que como faço pela internet, costumo imprimir apenas o resumo e o recibo de entrega. mas a mocinha da imobiliária insiste em afirmar que tenho que entregar a declaração completa. Haja saco. Não consegui entender ainda o por quê dessa exigência: por quê o resumo e o recibo não servem?
Ao questionar a atendente vem a famosa resposta: ah! é assim com todos, é o que "eles" exigem. Diante da limitação de compreensão da atendente joguei um último argumento: "seria possível você consultar o serviço de cadastro para ver se seria possível aceitar apenas o resumo?". Resposta : " ah! hoje não dá. sábado não funciona".
Enfim, amanhã viajo para União da Vitória, volto somente depois das dez da noite, passando o dia na torcida para que a imbiliária use o bom senso e resolva tudo para que eu possa assinar tudo terça de manhã. Se assim não for: dançou. Não osso adiar a viajem. E o Áquila? vai ficar num lugar que não pode passear?.....E EU E O Marcelo não vemos a hora de podermos estar em outro lugar. Tá foda!
E ainda há quem pergunte: "menino, por que você está tão tenso?"
Ah sim, e tem mais: ontem quando fomos visitar o Áquila, gentilmente encaronados pela Mônica conseguimos bater o carro na traseira de um gol velho. tudo bem a despesa foi pequena: R$ 150,00. mas chato foi o incômodo.
É isso.
Só resta tentar manter o bom humor e torcer para que tudo corra bem e dê certo.
Apoio o dr. Welson. Se conheço bem Blumenau, onde morei alguns anos, é disso que a mulherada de lá precisa: SEXO!!! As que apareceram no Fantástico protestando pertencem ao grupo de moralistas que não possuem maridos que deêm conta do recado. A principal ocupação delas é observar e comentar a vida alheia, já que não gastam tempo nenhum abrindo as pernas na cama.

10/08/2006

No último fim de semana assistimos "Brokeback Mountain" e "Crash". O que dizer diante de tamanha demonstração de sensibilidade dos diretores? Filmes feitos com cuidado tocando em temas necessários de maneira bonita, limpa, honesta e sensível acima de tudo.
Gosto de filmes que me fazem pensar depois de assistidos. Gosto mais ainda de filmes que me deixam com vontade de vê-los de novo.

08/08/2006

Explicações para a seca:

De todas as histórias que tenho ouvido sobre a seca no sul dopaís, especificamente em Curitiba, uma delas me chamou a atenção:
conta-se que sempre que o bambu floresce ocorre seca. E esse ciclo seria de 40 anos. Nunca havia ouvido tal explicação. De acordo com a cultura popular a seca ocorre por cauda dessa floração.
Intrigado fui pesquisar sobre o assunto. Não encontrei nenhuma relação entre seca e florescência do bambu. No entanto descobri que a florescência do bambu ainda é um mistério até para os botânicos, pois não possui um ciclo definido. Para não me delongar vou reproduzir um dos trechos mais intrigantes da pesquisa:

A floração de um bambu é um evento não apenas misterioso, mas muitas vezes fatal para o próprio bambu. Este fato decorre do desvio de toda a atenção e esforço da planta para o florescimento, retirando as reservas contidas nos rizomas. A planta pára de produzir folhas, e pode vir a desgastar-se até a morte. Existem casos de um grupo inteiro perecer ao mesmo tempo. Sementes podem ser recolhidas, mas atualmente ainda não há um procedimento seguro para plantio de sementes de bambu. A diferenciação entre as espécies, as variedades cultivadas, não são garantidas através das sementes. A semente de uma espécie variegada (com estrias) não garante a continuação da variegação nos seus brotos. O bambu pode chegar a ter uma reprodução anemófila (causada pelo vento), e naturalmente reaparecer no mesmo local de sua morte.

Outro trecho interessante:

A ocorrência simultânea de florações de uma mesma espécie em diferentes locais do mundo é um evento ainda estudado. A teoria mais aceita é que as plantas de um mesmo clone (reproduzidas através de pedaços de uma mesma planta) podem florescer simultaneamente em locais diferentes. Especialistas discutem hoje em dia o equilíbrio entre as influências genética e climática na causa do florescimento. Afirmam que um stress ambiental ou induzido artificialmente podem causar uma floração em bambu.
Acho que na última frase está a possível explicação para a associação com o fenômeno da seca.
Então? O Bambu é ou não é um ser estranho?


05/08/2006

Frase do Caetano:
"sou um pseudo intelectual de miolo mole".

Estou impressionado com o grau de lucidez e autoconhecimento que a idade proporcionou a ele.

28/07/2006

Puxa Paulo (Bomba), achei que estava sendo romântico.

27/07/2006

Tem uma música antiga e bem brega que dizia assim:
"mas tudo passa, tudo passará...."

Efeito Lagarto

Certos dias terminam levando com eles pedaços da gente. Nada como uma boa noite de sono para refazer o que foi perdido.


Aleatório:
Não são somente acontecimentos que despertam certas emoções. A falta de alguns podem despertar emoções mais fortes ainda.

26/07/2006

As cotas e o preconceito de Lula

Em campanha, Lula disse que as pessoas condenam as cotas de ingresso na unversidade porque têm preconceito contra pobres e negros. Mas eu acho que ele tem uma visão preconceituosa – um preconceito pouco estudado, sobre o qual não é politicamente correto falar, mas que é real e envolve uma visão distorcida dos mais pobres diante das conquistas dos cidadãos de classe média. O discurso de Lula dá a entender que as pessoas que estão nas universidades públicas, hoje, garantiram seu lugar porque têm a pele branca e/ou pai rico – como se não fosse preciso fazer muita força para garantir um bom lugar na USP ou na UFRJ, como sabe todo integrante de seu governo que tem curso superior. O ingresso numa faculdade pública não é um presente para filhinhos de papai nem uma garantia oferecida pela desigualdade social, mas uma vitória pessoal e um investimento familiar que exige esforço, sacrifício, dedicação – e que, na grande maioria das vezes, termina em fracasso. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a imensa maioria dos estudantes brancos e ricos das melhores escolas privadas do país não consegue entrar em boas escolas públicas e acaba batendo às portas das faculdades pagas. Ou seja: aí também temos pré-conceito.
(Paulo Moreira Leite)

25/07/2006

Comunico a todos que vou fundar uma ong: "Salve a Boca do Ivo".
Ela será mantida a base de doações para cobrir uma despesa de R$ 2.400,oo que o plano dentário não cobre. Tudo culpa do meu bruxismo.
Quem quiser colaborar é só mandar um e-mail que eu informo o número da conta.
Final de tarde é fogo. Calor. Sem nada de importante pra fazer. Lendo noticiários pela internet....pensando na morte da bezerra...Tenho dentista daqui a pouco (uuiiiiii).

22/07/2006

esclarecendo

Quando num dos post anteriores fiz a comparação entre profissionais da saúde e professores não quis ser grosseiro. Mas é isso mesmo que acho. Profissionais de saúde estão constantemente buscando atualização de novidades e na medida do possível incorporam-as ao seu trabalho. Assim satisfazem sua clientela e consequente ganham mais dinheiro. Professores são uma das raras categorias que conheço que insiste em ser avessa às atualizações. Não generalizando, mas a maciça maioria mantém métodos de trabalho referendados na sua própria educação. Atenção: pesquisa e tecnologia estão a nossa disposição. Questiono se aqueles que resistem na incorporaçãodas novidades (que obviamente provocam mudanças) estão pensando de fato na sua clientela. Sim, não se assustem: aluno é cliente sim! Estamos aqui falando do universo das escolas privadas. Ser cliente não significa que ele terá razão, mas sim que ele merece um serviço de qualidade com profissionais igualmente qualificados. Desculpem-me os ofendidos.
E, por favor, não se acanhem de postar as críticas no blog. Não precisa esperar encontrar-me por aí para sair apontando o dedo e falar do que leu. A não ser que seja muito difícil, por falta de domínio da informática, fazer um comentário. Está na hora de uma atualização coração.

21/07/2006

Sou um sujeito cheio de recantos
Os desvãos me constam
Tem hora leio avencas
Tem hora, Proust
Ouço aves e Beethovens
Gosto de bola sete e Charles Chaplin
O dia vai morrer em mim.

(Manoel de Barros - Poema sobre o poeta)
Hoje pela manhã acordei com uma supervontade de escrever sobre uma história bem interessante. Saí para uma palestra, contatos com diretores, com professores, correrria, almoço (Pizza do Homem-Pizza), volto pra Editora...ufa....
estou sem vontade de eescrever sobre uma história bem interessante.

20/07/2006


Publicação feita por puro exibicionismo.

Reflexões de um momento de ociosidade

Acho que tá no hora de escrever um livro.

Sinto que preciso voltar a estudar. Não me aguento parado só agindo. Tô doido pra me amarrar na academia de novo.

Se voltar a estudar vou na direção do mestrado. Desejo do momento e quase sonho impossível: fazer o mestrado na USP.

Não se lê um livro para fazer reflexão. O que provoca a reflexão é a prática. O livro pode balisar sua reflexão.

Invejo os profissionais da saúde (médicos, dentistas...etc...): quando estudam, debruçam-se sobre objetos concretos e palpáveis, como por exemplo, formas de restaurar um fígado danificado ou, como diminuir a dor de um paciente com neoplasia maligna bucal (essa foi em homenagem a um amigo), ou ainda causas possíveis da degeneração cerebral, e assim por diante. No mundo educacional observa-se muita divagação. E o pior: uma resistência profunda à atualização. Muitos profissionais insistem em manter como modelo de ensino aquele vivenciado por eles mesmos na infância. Ora, imagine um dentista de 40 anos extraindo um dente da mesma forma que foi tirado um dele quando ele teve 6 anos. Seria declarar sua falência. No entanto, nas escolas observamos, e não com pouca frequência, professores trabalhando com alunos de forma arcaica e com referências ultrapassadas e relidas. Se não possui disposição para ser um pesquisador que pelo menos atualize-se. Não faça das crianças suas vítimas, ou reféns da sua falta de atitude.

16/07/2006

Postar o texto do Oswaldo Montenegro e o poema de Ferreira Gulart, na verdade é uma tentativo de refletir sobre a dualidade humana. Talvez fosse melhor dizer da Multiplicidade humana. Talvez vivamos confinados a um conjunto de determinações consuetudinárias que nos constróem ao longo do nosso crescimento. As convenções nos determinam. Para descobrirmos as inúmeras possibilidades das quais dispomos é necessário vivenciar situações inusitadas. Temos que nos permitir experimentar. Temos que parar de frear tanto nossos desejos. E algumas vezes refreamos até necessidades.
Muitas pessoas que conheço se tornam "pesadas", e é nítida a razão: não se permitem. E como não se permitem, cerceiam as experiências alheias.
No entanto é preciso reconhecer que permitir-se o mergulho em vivências diferenciadas pode ter um resultado desconhecido: pode ser riso, pode ser dor. Poderá ainda ser um misto de prazer e dor. É nessa hora que crescemos. Crescer dói, e muito. Amadurecer nem sempre pode ser um processo tranquilo.
O mais importante é descobrir-se e reconhecer-se: talvez nos surpreendamos. Descobrir-se forte quando se achava fraco, ou o contrário: achar-se inabalável e de repente, descobrir-se frágil, muito frágil.
Sim, falo por mim. Acredito que são poucas as pessoas que conseguem expressar-se sem usar um mínimo da sua experiência.
O que vivi, ou o que estou vivendo é muito intenso. Acho que nasci para ter grandes emoções. Algumas vezes boas, noutras nem tanto.
Ousar viver o diferente não é para comuns. Há de se ter muita estrutura, se não a tiver, ela acabará se construindo.
O que falo e relato não é o que desejo para ninguém. Sofrer não deveria fazer parte do nosso cotidiano. Mas o sofrimento existe: e isso, acredito, nos torna mais humanos, mais sensíveis, mais aberto às coisas, menos censores e mais compreensivos. Mas o mais importante: o sofrimento nos possibilita um autoconhecimento extraordinário, e isso, mesmo que seja com dor, traz um resultado prazeroso.
Não quero que o que escrevo seja confundido com uma apologia ao masoquismo, de forma alguma. Isso é apenas um fragmento minúsculo das múltiplas possibilidades que existem dentro do processo que chamamos de VIDA.

Metade - Oswaldo Montenegro

Digo muitas vezes que não sou bom de escrita. É que certas coisas que queremos falar já estão escritas. Então, discaradamente eu as usurpo a meu favor. Como esse texto do Oswaldo Montengro:


Que a força do medo que tenho não me impeça de ver o que anseio. Que a morte de tudo que acredito não me tape os ouvidos e a boca. Porque metade de mim é o que eu grito, mas a outra metade é silêncio.
Que a música que eu ouço ao longe seja linda, ainda que triste. Que a mulher que eu amo seja sempre amada, mesmo que distante. Porque metade de mim é partida e a outra metade é saudade.
Que as palavras que eu falo não sejam ouvidas como prece nem repetidas com fervor, Apenas respeitadas como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimento. Porque metade de mim é o que eu ouço, mas a outra metade é o que calo.
Que essa minha vontade de ir embora se transforme na calma e na paz que eu mereço, Que essa tensão que me corroe por dentro seja um dia recompensada. Porque metade de mim é o que eu penso e a outra metade é um vulcão.
Que o medo da solidão se afaste, que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável Que o espelho reflita em meu rosto o doce sorriso que eu me lembro de ter dado na infância. Porque metade de mim é a lembrança do que fui, a outra metade eu não sei...
Que não seja preciso mais do que uma simples alegria para me fazer aquietar o espírito. E que o teu silêncio me fale cada vez mais. Porque metade de mim é abrigo, mas a outra metade é cansaço.
Que a arte nos aponte uma resposta, mesmo que ela não saiba, e que ninguém a tente complicar porque é preciso simplicidade para fazê-la florescer. Porque metade de mim é a plateia e a outra metade, a canção.
E que minha loucura seja perdoada.

Porque metade de mim é amor e a outra metade... também.

Traduzir-se

Uma parte de mim é todo mundo: outra parte é ninguém: fundo sem fundo.
Uma parte de mim é multidão: outra parte estranheza e solidão.
Uma parte de mim pesa, pondera: outra parte delira.

Uma parte de mim almoça e janta: outra parte se espanta.
Uma parte de mim é permanente: outra parte se sabe de repente.
Uma parte de mim é só vertigem: outra parte, linguagem.
Traduzir uma parte na outra parte - que é uma questão de vida ou morte - será arte?


Ferreira Gulart

13/07/2006

Sonhos me frustram. Não quero sonhar mais.

Educação não foi feita pra todo mundo.


Não gosto de pessoas cara de pau.


Gosto de pessoas inteligentes, interessantes e com talento. O resto quero que morram.

Acho que não sou um cara inteligente, interessante e com talento.


Acho que vou fazer yoga.

Hoje particularmente me senti muito idiota. (como em muitos outros dias que se passaram).

Estou ouvindo "Dia Branco" do Geraldinho Azevedo.

São só reflexões de um dia em que minha auto estima está muito abaixo de zero.


12/07/2006



Quem saiu ganhando com essa hostória toda do roubo foi o Ákila. Os moradores do prédio concordaram que ele seja o novo guarda do condomínio. O coiso lindo vai ficar agora perto de nós. E tem mais: o condomínio assumiu a responsabilidade pela ração e pelos medicamentos veterinários. (Me dei bem...hehehhehehe...)

Mais Preju

Tem mais coisa que foi levada: toalhas de banho, 3 cuecas, uma calça de moleton que eu a-do-ra-va. Roupas da Neuma e do Everardo e a blusa mais charmosa ( Segundo ele mesmo) do Marcelo.

E tem mais:

Pra minha revolta total levaram os sacos de aipim (mandioca ou macacheira como queiram) que eu ganhei domingo quando estive em Blumenau, da minha irmã Marilene.

susto!!!

Bom, estou em casa quando deveria estar no trabalho.
É que assim que cheguei no trabalho ligaram avisando que o apartamento havia sido assaltado. Bomba! Fui correndo pra casa.
Prejuízo: Levaram metade dos alimentos que estavbam no Freezer, duas bolsas (com certeza foram esvaziadas para colocar a carne), um ferro elétrico, o material de trabalho do Everardo (ele pediu pra não dizer que é o material de cabelereiro que usa pra ganhar um por fora). O botijão de gás foi encontrado no meio do caminho.
O engraçado é que havia dois ferros elétricos, e o ladrão escolheu o que era 110v. O outro de 220 ficou. Ou seja, ele teve tempo de ler e escolher.
Menos mal, o prejuízo foi pequeno. O que fica é a sensação de insegurança daqui pra frente.
Uma coisa me deixou grilado: fizemos compra do mês ontem e enchemos o freezer. Foi sorte ou o ladrão sabia do abastecimento?
Já estou mais calminho. Mas que eu queria (assim como todo mundo) pegar este filho de uma puta do caralho, ah, isso eu queria.

Sim os apartamentos vizinhos também tiveram seu preju.

10/07/2006

Final de semana

A aventura mais louca dos últimos tempos: sair de Blumenau dirigindo em direção à Curitiba e no meio do caminho lembrar que tinha esquecido a carteira de motorista. Virei para o Marcelo e disse: Marcelo, você vai ter que pegar o volante pois esqueci minha carteira. Marcelo (após olhar a carteira): e seu disser que também esqueci.
Situação: eu dirigindo um carro alheio sem carteira. O problema não seria apenas encontrar uma barreira policial (onde certamente o carro seria retido), mas também o risco de um acidente mesmo que involuntário.
Por que do medo? Na última ida a São Paulo (27/06) fui devassado pela Polícia Rodoviária Federal, isso com tudo em ordem.
Foi uma tensão do caralho.
Mas as 8h estava dentro da minha casa. Ufa!

Músicas certas para momentos talvez incertos

Life For Rent
by Dido Armstrong

I haven't ever really found a place that I call home
I never stick around quite long enough to make it
I apologise that once again I'm not in love
But it's not as if I mind
That your heart ain't exactly breaking
It's just a thought, only a thought
But if my life is for rent and I don't learn to buy
Well I deserve nothing more than I get
'Cos nothing I have is truly mine
I've always thought
That I would love to live by the sea
To travel the world alone
And live more simply
I have no idea what's happened to that dream
'Cos there's really nothing left here to stop me
It's just a thought, only a thought
But if my life is for rent and I don't learn to buy
Well I deserve nothing more than I get
'Cos nothing I have is truly mine
Well if my life is for rent and I don't learn to buy
Well I deserve nothing more than I get
'Cos nothing I have is truly mine
While my heart is a shield
And I won't let it down
While I am so afraid to fail so I won't even try
Well how can I say I'm alive
If my life is for rent and I don't learn to buyWell I deserve
nothing more than I get
'Cos nothing I have is truly mine
If my life is for rent and I don't learn to buy
Well I deserve nothing more than I get
'Cos nothing I have is truly mine
'Cos nothing I have is truly mine
'Cos nothing I have is truly mine
'Cos nothing I have is truly mine

07/07/2006

Eu queria que uma certa coisa acontecesse agora.
Atualmente todo mundo quer vender alguma coisa. Que coisa chata!
Eita vida tacanha!!!!!

06/07/2006

E ainda detesto minha covardia.

E detesto mais ainda quando detesto muita coisa.
Detesto me sentir impotemte e não poder ajudar as pessoas que quero ajudar.

Detesto me sentir manipulado.

Detesto quem não cumpre o combinado.

Detesto falta de clareza.

04/07/2006

E estamos somente na terça feira....

Semana Foda

- Reunião com o Presidente;
- Reunião sobre custos;
- Reunião para estudo do produto;
- Fechamento de relatório;
- Não é esse relatório "queremos outro, diferente";
- Treinamento de tecnologia;
- Estudos de novas ações;
- Ufa....
- Ainda estou com saco....

02/07/2006


Gostei dessa foto.

Para quem não entendeu o por quê da última foto veja agora a faixa em detalhe. (um pouquinho de vaidade não faz mal a ninguém).

01/07/2006

Registros da última viagem

Dirigir 5 horas seguidas, estacionar em frente ao colégio, entrar e dar um curso de 3 horas para 19 professores: é podre. Não recomendo isso pra ninguém. Sem contar que você tem que descer do carro "lindo", inteiraço, e sorrir.

Definitivamente estou enjoando da comida dos restaurantes. E tem uma coisa que tem me irritado muito: pessoas na fila dos buffes que servem-se como lesmas, e dão aquela pegadinha de coisa nenhuma (tipo: colocam feijão no prato mas sentem necessidade de dar mais uma conchada, derramar de volta e colocar no prato um único grão de feijão que sobrou...), haja paciência!!!!

A Paulista continua encantadora, não consigo enjoar. Cada vez, a noite, que caminho nela olho para aqueles prédios e lembro que lá estão os verdadeiros donos do poder: isso é muito louco.

Interessante: não consigo me estressar em São Paulo. Será por que não tenho que estar sempre por lá? Apesar de quê, por mim moraria, é só aparecer oportunidade.

Viagens de trabalho podem proporcionar momentos de turismo: fiquei em Itanhaém (litoral sul do estado de SP) sexta e sábado. Cidadezinha histórica, uma das primeiras do Brasil. Mas comer lá é muito caro. O hotel: meia boca (um prédio histórico lindo, mas os quartos....hummm.... Mas correu tudo bem, a palestra foi bem, aparentemente as pessoas gostaram e fui bem acolhido.

Trilha sonora: Dido (não sabia que ela era tão boa. Fiquei ouvindo por recomendação de um amigo. The Cramberries: não adianta, viajar combina com ouvir Cramberries. tipo cu e cueca, unha e carne, xuxa e arisco...entendem? Resgatei do fundo do baú o cd do Expresso Rural: quem lembra? anos 80 exclusivamente em SC. Não enjôo.

É isso.
O que faz um idiota ficar soltando fogos antes do Brasil marcar um gol? Deve ser aquele tipo que de tanta excitação por estar vendo tantos homens de uma vez só...sai altitando soltando foguinhos...Na verdade ele está confundindo bater uma punheta com o ato de explodir pólvora!!!!

26/06/2006

Ah sim! Volto no final de semana.
A partir de amnhã estarei em São Paulo de novo. Minha vida (E o coração também) agora é assim: dividida entre Curitiba e SP.
Alguém quer alguma coisa de lá?
Hoje o Paulo (Bomba)http://bombonatti.blogspot.com/ me chamou a atenção dizendo que minhas palavras (escritas é claro) denotavam uma certa amargura. A minha primeira reação foi negar. Mas como todo bom neurótico, fiquei encucado e refleti. O que será que estou passando para os outros? No fundo, bem lá no fundo, mas bem lá no fuuuuundo mesmo, acho que tem algo do presente mal resolvido. Sim, sei que tem. Mas como não é da conta de ninguém, podem morrer de curiosidade. Sim Paulo, você sabe. Cale o bico. Pra Ana não peço isso por que sei ela é boa de segredos.
Beijos aos dois. Valeu pelo toque.
Oba...amanhã viajo de novo...

25/06/2006

Já houve épocas em que achava o domingo a noite deprimente. Não acho mais. O que mudou?
Pronto! deletei.
Achei o post anterior muito idiota...vou deletá-lo!!!!

23/06/2006

Final de semana chegando.
Amanhã, procurar casa....
Filmes já locados....
ficar em casa: bah! como é minha casa no fim de semana? Nem sei mais. fiquei quatro fins de semana fora.
Visitar orkut..pensar em amigos.
Decidi que vou retomar antigas amizades. Amigos são importantes. Não podemos desprezá-los. Também por que estou numa fase meio, como diz um grande amigo meu, "distribuindo simpatia".
Pô! achei que essa cor de fundo deu uma levantada no blog.
De acordo com a "logoanálise" é muito importante que o indivíduo tenha o direito de manifestar sem constrangimenos suas opiniões. Aproveitando essa deixa vou mandar bala:
Eu gostaria que as pessoas que inventaram o rigidez de regras, o cumprimento de horários, o cartão ponto, as regras trabalhistas, o excesso de burogcracia, todos eles que contribuíram para montar essa estrutura em que estamos atualmente, todas, mas todas mesmo, fssem literalmente pra puta que lhes pariu!. pronto. Falei.

22/06/2006



Sempre achei bobagem usar chavão pra explicar as coisas. Tipo: Faça do limão uma limonada. Pois acreditem, é exatamente isso que estou fazendo. (se bem que seria bem melhor espremer o limão num copo de tequila....)
Mais um leão morto!!!!!
As coisas estão se resolvendo. E o melhor: do jeito que eu queria, a solução.
Tá tudo melhor.
Agora é deixar a vida rolar e curtir. A vida vai decidir o que vai acontecer daqui pra frente.

21/06/2006

Na verdade estou querendo alguém que resolva os problemas por mim. Entro em stress quando aparecem muitos de uma vez.
tá, já sei, já sei, stress não adianta.....
Tô tentando resolver, uma coisa de cada vez....e o que eu não conseguir ....o tempo se encarrega.
Tô querendo ser adotado!!!! Alguém se habilita?

20/06/2006


Preciso ajeitar minha vida urgentemente. Tô com muitas pendências.
Engraçado: quando se acha que tá tudo resolvido...tchibummmmm...vem uma avalanche....(sem maiores detalhes, por favor).
Estou precisando de uma casa boa para alugar. Alguém tem alguma sugestão?

No feriadão na casa da Meia Praia, com Elaine (a consumidora inveterada) que veio de Fortaleza. Também estão Mônica e Marcelo. A foto foi Valéria na sua supermegahipermáquina (rs) digital.

18/06/2006


Quem me conhece bem sabe que não sou nem um pouco chegado ao exoterismo. Detesto superstições ou qualquer uma dessas fórmulas que tentam explicar a realidade de maneira "mágica". No entanto sou obrigado a reconhecer que um determinado conjunto de acontecimentos desses últimos 30 dias tem me deixado confuso.
Pessoas que tenho encontrado e reencontrado não pode ter sido mera coincidência. Tem algo no ar. O quê? Não sei. Esperemos pra ver.

Feriadão Intenso

Paulo e Ana: Tesão encontrar vocês. Estou aqui pra ajudar nessa "virada".
Valéria e Mônica: estamos mais próximos agora.
Elaine: a consumidora.
Magra (Xanda) e Marcelo: Estamos aí pro que der e vier.
Minha família: matei as saudades.
Paulo(de SP): lembranças e saudades boas. (I can't take my mind off of you, sorry!)
Marcelo: paciência comigo.

15/06/2006



Morro de saudades desse doido......
Fazer do diálogo e do tempo nossos aliados é a melhor coisa. Certas coisas podem parecer o fim do mundo, mas não são.
Sempre achei que houvessem pessoas que fossem frias o suficiente e encaravam seus problemas de maneira irrelavante. O que descubro é que, na verdade, elas procuram manter-se serenas para poder melhor resolver tudo.
Calma e paciência.

10/06/2006

Eu gostaria de saber escrever por metáforas. Não tenho esse dom. Por isso, infelizmente, tenho que reter muitas coisas, pois a única maneira que sei colocar as coisas é explícita. E sendo explícito, poderia machucar muitas pessoas.
Machucar pessoas? Mais do que a mim tem machucado?
Como saber o que seria correto falar? A maneira correta de falar. Afinal sou eu que defendo sempre: A forma define o conteúdo. Acontece que agora eu não conheço a fórmula. Estou paralisado. Sofrendo muito. Arrebentando-me todo. É isso o correto? É isso que manda a boa educação. Calar-se?
Não me lembro de ter estar numa encruzilhada tão “filha da puta” como essa.
A vontade é de falar tudo, assim de uma vez. Eu queria chorar. Não consigo. Parece que tem uma bomba dentro de mim e que quer explodir. Mas a minha maldita e educação e o meu orgulho seguram tudo. E enquanto isso sofro. Muito. Muito mesmo.
Acho que já fui mais cheio de coragem.
Ou será que estou fazendo tempestade em copo de água. As coisas seriam mais simples do que parecem. Manda o bom senso olharmos sempre o lado bom das coisas. Acontece que não estou conseguindo. Estou vendado. Arrebentado. Moído.
Se bem me conheço, levará tempo para elaborar tudo o que está acontecendo.
Invejo pessoas de cabeça fria. Que conseguem encarar tudo com frieza e tranqüilidade. É possível tornar-se assim?
Alguém me responde por favor.
Não tenho com quem conversar. Quero companhia. Quero sinceridade.
Quero sobreviver.
Socorro! Preciso de ajuda.
Enquanto a ajuda não, ou não permito que ela venha vou usar o remédio do senso comum: o tempo. Dizem que ele cura tudo.
Aguardemos.

Three Little Birds - Bob Marley

"Don't worry about a thing,
'Cause every little thing is gonna be all right.
Singin': "Don't worry about a thing,
'Cause every little thing gonna be all right!"

Rise up this mornin',
Smiled with the risin' sun,
Three little birds
Sit by my doorstep
Singin' sweet songs
Of melodies pure and true,
Sayin', ("This is my message to you-ou-ou:")

Singin': "Don't worry 'bout a thing,
'Cause every little thing is gonna be all right."
Singin': "Don't worry (don't worry) 'bout a thing,
'Cause every little thing is gonna be all right!"

Rise up this mornin',
Smiled with the risin' sun,
Three little birds
Sit by my doorstep
Singin' sweet songs
Of melodies pure and true,
Sayin', "This is my message to you-ou-ou:"

Singin': "Don't worry about a thing, worry about a thing, oh!
Every little thing is gonna be all right. Don't worry!"
Singin': "Don't worry about a thing" - I won't worry!
"'Cause every little is thing gonna be all right."

Singin': "Don't worry about a thing,
'Cause every little thing is gonna be all right" - I won'tworry!
Singin': "Don't worry about a thing,
'Cause every little thing is gonna be all right."
Singin': "Don't worry about a thing, oh no!
'Cause every little thing is gonna be all right!

17/05/2006

Dependendo da nossa formação, nos acostumamos a ser tomados por sentimentos humanistas cristãos que nos impelem o cambate a qualquer tipo de tortura e morte.
Mas analisando os fatos dos últimos meses, me pergunto: O que o tal do PCC está esperando para detonar literalmente muitos políticos brasileiros? Por que agridem a população que está fragilizada e desamparada em todos os setores? Assim é fácil mostrar poder: agredir pessoas indefesas que estão mais preocupadas em batalhar pão e água para suas famílias. Bandidos e Políticos: há alguma diferença no resultado de suas ações?

15/05/2006


Definitivamente a insanidade tomou conta dos bandidos. Declararam guerra a sociedade. Atacando e deixando a população insegura, inclusive em escolas.
Lamento pelos humanistas de plantão, mas é nesses momentos que a população aplaudiria um episódio repetindo o massacre do Carandiru. Infelizmente. está um pouco complicado iniciar um discurso sobre polícia mal organizada, falta de verba pública e investimento, etc....Estamos em Beirute! Ou no Thaiti. Como quiserem.

07/05/2006

Será que existe alguma coisa que realmente valha nossa total preocupação?
Excetuando-se o bem do próximo, não consigo ver nada que valha queima de fosfato excessiva.
Falta de dinheiro; saber se o que está fazendo vai dar certo ou não; como será o amanhã(sem querer parafrasear Gonzaguinha); etc, etc, etc......
O tempo sempre trará respostas as questões. Se não as trouxer, melhor esquecer as perguntas.
Acredito que os orientais estão certos numa coisa: " Há coisas que apenas são." Inútil perder tempo querendo entendê-las ou rejeitálas: apenas são assim. E pronto.

06/05/2006


Não sou nenhum Sebastião Salgado....
mas tento.
Esta foto tirei em SP...me chamou a atenção a alegria que a criança transmitia mesmo estando na situação que estava.

14/04/2006

Uma semana em Sampa.

E é só o começo.
a princípio pensei que fosse ser muito complicado. Mas nada que um bom mapa não resolvesse.
Tô de mapinha pra cima e pra baixo. Está sendo emocionante.
Nesta semana transitei entre Morumbi e Grajaú. Dá pra imaginar o contraste?
Andando no Morumbi percebe-se o quanto a gente é pobre, e andando pelo Grajaú percebe-se o quanto estamos bem. Incrível paradoxo.
Hospedado na Alameda Jaú ( Residence Flat), a duas quadras da Paulista, está sendo possível aproveitar o que SP tem de melhor.
Quero recomendar: Outback Steak House. É o que há. A cebola frita é coisa de outro mundo. Sem falar na costelinha que é enorme e a gente não dá conta de comer.
Semana que vem estarei de volta a "capital do Brasil". Farei a parte que compreende o ABCD.

10/04/2006

recado

AMOR, esse relato é pra vc.
Vou escrever aqui pq por telefone é tudo muito rápido.
Ontem assim que cheguei peguei o carro na locadora e a Deise me guiou até o hotel. Me instalei no hotel. Fomos eu e ela para uma confeitaria self-service. Paga-se 16,90 e come-se a vontade: sopas, pães, bolos, frios, tortas, etc. tomei uma sopa de laranja com cenoura que é o bicho. Quando chegar aí vou fazer pra nós.
Hoje pela manhã saí com o carro, todo tenso (com dores no peito e tudo). Mas consegui achar as escolas....Aqui tá quente pra burro, ainda bem que o carro tem ar condicionado. voltei pro hotel logo depois das duas e corri pra resolver o problema do dinheiro que enfim acabaram mandando. tentei ir na lotérica depositar o teu dinheiro mas fui em três e o sistema estava fora do ar. vou tentar amnhã de novo.
Mas tarde nos falamos por telefone. Te ligo.
E o Áquila? foi lá ontem?
Ligou pra Marilene?

Me conte tudo mais tarde.
Beijos
Ivo

08/04/2006

Amanhã vou para São Paulo.....estou aqui estudando mapas pra poder chegar no hotel.
Coisa Impressionante:
Pela primeira vez em Curitiba alguma coisa que dependa do serviço público foi rápido. fui transferir o meu título eleitoal. Para fazer a tranferência e receber o título demorou apenas exatos 3min e 40seg. donde concluo que quando trata-se de algo do interesse do governo("que eu vote") as coisas são rápidas. Bem diferente dos atendimentos como saúde pública ou educação.

Outra coisa:
Tá certo que Curitiba tem um sistema de ônibus copiado e invejado por muitos. Mas vamos e venhamos: a qualidade dos ônibus é que precisa de um "up grade". Anda´se no ônibus achando que ele vai desmontar a qualquer minuto, de tanto barulho que faz. Sem contar que esse barulho impede as pessoas de ouvirem a voz da mulher que fala as paradas e conexões da próxima estação.
Vamos lá empresas de ônibus. Deêm uma melhorada nesse material, afinal a passagem de ônibus não está nada barata.

04/04/2006

A Revelação

É o seguinte:
Desde o último dia 27 de março sou funcionário da Editora Dom Bosco. Estou Trabalhando como Consultor Pedagógico. O meu trabalho será prestar consultoria às escolas conveniadas com a Editora. Atenderei 44 escolas da grande São Paulo e to litoral sul do Estado (Santos, São vicente, Praia Grande e Peruíbe).
Tenho como tarefa oferecer apoio às escolas através de suporte pedagógico, tanto relativo ao material da Editora, como também oferecer soluções educacionais(cursos,outros serviços da editora e do grupo, etc) para as escolas que necessitarem.
Farei minha primeira viagem na próxima semana. Ficarei fora por três semanas fazendo o roteiro que me cabe.
Sim, estou muito feliz e apreensivo ao mesmo tempo. É um trabalho novo. E embora já tenha trabalhado antes com consultoria e assessoria, nunca atendi 44 escolas ao mesmo tempo.
No meio disso tudo há escolas muito felizes com a editora como também terão aquelas que estão de bico retorcido. Estou aqui pra encarar tudo.
Ah sim!!!! quem quiser pode morreeeeer de inveja. Para trbalhar ganhei um "Lap top" e um celular novinhos....( o celular bate foto e tudo...cheio de modernidades das quais não entendo 90%, mas ele serve para eu me comunicar e isso basta...)
That's all folks ( como já dizia o Pernalonga).

obs.: Esclarecendo antes que alguém entenda errado. As pessoas responsáveis por vendas na Editora são denominadas de Consultores de Negócios, que não é o meu caso.

01/04/2006

Faz tempo que eu não sei o que é receber um salário decente...tomara que isso mudo agora......I hope so!!!!!
Aliás, falar que estou trabalhando no Dom Bosco só porque o ambiente é bom e só por que eu gosto do que estou fazendo seria uma posição muito parcial. Não posso negar que o fator salário é muuuuuuuuito bom.

31/03/2006

Acho que não fui muito claro no último post: eu não trabalho mais com as freiras nem no estado. Aquele valor foi o que recebi no final das contas.

Estou trabalhando com o Grupo Dom Bosco. Comecei dia 27 de março último. Por isso usei a expressão "lugar legal" e "fazendo o que sei e gosto de fazer".

Detalhes do que estou fazendo? ainda vou esperar um pouco pra escrever.
Em breve novidades.

30/03/2006

Viver em Curitiba está sendo uma experiência sui generis. Nunca trabalhei tanto para ganhar tão pouco dinheiro. Acreditem ou não: trabalhei um mês no colégio das freiras, e 45 dias para o Estado do Paraná. O saldo recebido: R$ 370,52. Dá pra crer?

Se eu não estivesse tão firme nos meus objetivos juro que tinha mandado tudo para PQP....

mas acredito que agora estou trabalhando num lugar lega, e o melhor: trabalhando com algo que eu realmente quero, gosto e sei fazer. Sem falar do clima interpessoal que é muito bom.

28/03/2006

Tenho tanta coisa pra falar. Mas devemos falar tudo? tudo deve ser compartilhado?
ainda não estou seguro. Ou será que está faltando coragem?
Sem querer imitar o Paulo:
Também estou trabalhando em emprego novo. Acho que não é hora ainda de entrar em detalhes.

depois falo mais disso. Preciso ficar mais seguro.

Mais um telefonema importante....só vou retornar amanhã. Preciso pensar.

Hoje me demiti do Colégio Imaculada: fiquei com pena da Irmã diretora e da coordenadora que elogiaram muito meu trabalho e quase imporaram para que eu não saísse. Mas a vida é feita de escolhas.

sim, isso mesmo:
A vida é feita de escolhas!Não dá pra ficar pensanso muito nem ficar em cima do muro. A toda hora temos que decidir que rumo damos a nossa vida.

23/03/2006

Paciência realmente é uma virtude que deve ser exercitaa.
Eu consigo demonstrar paciência, mas por dentro fico me roendo todo.
Agora mesmo estou aqui...todo tenso, me consumindo, esperando.
Espera Ivo, tenha paciência Ivo.....e por aí vai.
Acho que vou começar a fazer Yoga. Será que ajuda?
Preciso pesquisar se essas práticas orientais ajudam a controlar a ansiedade.

21/03/2006

Depois de um longo e tenebroso inverno o meu monitor voltou.
Assim, estou de volta ao mundo da web...

o custo do estrago?
110 milhões....
= troca do dispositivo da horizontal
= manutenção da placa lógica ( nunca tinha ouvido falar nisso).

10/03/2006

O dia 9

Correria.
ônibus Lotado....
calor...muita chuva...
pegar três ônibus seguidamente para resolver coisas...
muita chuva...
Guarda chuva só proteje a cabeça...
roupa encharcada


ônibus lotado...ninguém desce desse ônibus pra aliviar um pouco?
Chuva!!!!!

Os e-mail que mando pro colégio retornam...(avisa que é spam)
Meu monitor do pc tá dando pau...(aparece umas listrinhas e sai tudo do ar)
que dia!!!!!

pra piorar tô longe de quem eu amo a uma semana...
é chato chegar em casa e ficar só....

disso tudo uma coisa me preocupa na atual conjuntura pessoal -social-econômico-financeira: quanto custa um monitor novo???

07/03/2006

Greve de ônibus em Curitiba

Os motoristas de ônibus de Curitiba estão em greve......Como vou trabalhar se os colégios ficam longe?????
Socorro

05/03/2006

Recado Direto: com endereço certo.

Pra mim é assim: toda vez que eu perceber que alguém próximo a mim está sofrendo, esta pessoa me terá do lado. Acima de questões financeiras ou das picuinhas afetivas está o ser humano. Portanto não adianta me encher o saco nem venha me dar conselhos sobre o que se gasta ou não. Isso não é da conta de ninguém. Opto por ajudar quem precisa, da maneira que posso: principalmente dedicando meu tempo. Se isso incomodo pessoas preocupadas em guardar seu rico dinheirinho para terem sua casa ou seu carrinho, eu não posso fazer nada. Fiquem com sua casinha e seu carrinho. Mas não se preocupem: quando precisarem, eu também estarei lá para ajudar.
Sou grato a vida por sempre ter recebido muito dela. Mesmo quando eu menos esperava. Sim, a vida também me deu rasteiras, como é comum a quase todas as pessoas. Mas isso não fará de mim uma pessoa amarga e egocêntrica. Pelo menos lutarei para que isso não aconteça.

02/03/2006

01/03/2006



Novo brinquedinho da Bonnie. Ainda não entendi o que ela vê no Urso: Um possível namorado? um filhote? ou simplesmente se deita com ele por ser confortável?

25/02/2006

Poema em Linha Reta

Em breve farei uma descrição dos acontecimentos dos últimos meses. Mas ainda não é a hora. Enquanto o momento não chega vai um recado:

Álvaro de Campos


Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.
E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo.
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu, que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
Para fora da possibilidade do soco;
Eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foi senão príncipe - todos eles príncipes - na vida...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó principes, meus irmãos,

Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?

Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?

Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
Eu, que venho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.




* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

20/02/2006

U2

Estou assistindo ao show do U2 na tv. Como estou: Impressionado...se era fã, agora mais ainda.

17/02/2006

Tortura

Admiro o U2 e nem tanto os Stones...mas como fazer pra fugir da tortura imposta pela mídia nos últimos e próximos dias? Solução minha: Tv desligada ( inclusive da tomada) até a próxima semana....

14/02/2006

Então a vida está assim:

Trabalhando ( pouco ainda)
Estudando (muito)
Preocupado ( bastante - com amigos doentes)
Esperando ( que algo melhor aconteça)

12/02/2006

Paulo, pode mandar um e1/2 para prof.ivo@inteligweb.com.br.....ou pro cel 41 9632 1037....
tô aqui tentando mandar um e mail pra ti....o site do Uni tá fora do ar....mas vou mandar por outro mesmo...

08/02/2006

Charge de Mohamed ( Maomé...para os íntimos)

Acabei de ver as charges. estão publicadas na Folha.

Comentário do dia

Observando a imbecil revolta dos muçulmanos por causa das caricaturas dinamarquesas (que eu ainda não vi) só chego a uma conclusão: definitivamente os islâmicos estão lutando pela liberdade de opressão. Eita povinho pra gostar de briga.

07/02/2006

blog engraçado

O blog post secret é engraçadíssimo. Vale a pena acessar. Clique no link: http://www.postsecret.blogspot.com/
Aliás, ingênuo é quem acha o Lula ingênuo!.....Humpf!!!!!!

Comentário do dia

Para provar que o povo não aprende mesmo, estamos vendo o país frente a uma discussão totalmente inócua: Serra ou Alckmin? A discussão é levada mais ou menos asim: Qual dos dois será a solução para o Brasil?
O povo ainda não percebeu que são farinha do mesmo saco? Depois de tantas eleições cujos resultados causaram frustração, será que ainda não perceberam que é inútil votar em raposas. Alckmin e Serra são macacos velhos....o primeiro de família tradicionalmente política, o segundo "um sem sal" cuja incoerência transparece no seu semblante ( puxa essa frase impactou....)
E diante dessa discussão apagam-se nomes que sempre mostraram caráter e coerência: Cadê o Gabeira? Por que os petistas stalinistas não suportam a idéia de canditar a presidência o Eduardo Suplicy? E por que não Luiza Helena...Denise Frossard, e outros e outras mais.
O FHC disse que o Lula é ingênuo. Mas ingênuo mesmo é o povo que fica cainda o tempo todo nas lábias do marketing político e eleitoreiro.

06/02/2006

Como num mergulho para o desconhecido, ouve o som gelado do vento invisível. Seguindo o mergulho estão os pedaços de tudo o que desmorona. Não há mais pedra sobre pedra.
Só há o que está na frente. E está escuro. Noite, breu.
Os estilhaços das ruínas soam como uma ameaça. Nada será reconstruído. Tudo se desfaz.
Não há linha que oriente o trajeto. Não há luz que aponte o caminho. O túnel está escuro. Não se sabe onde está o fim.
Não há perguntas para responder. Não há dúvidas para sanar. Não há problemas para solucionar.
Tudo está imerso num imenso vazio. Sem perguntas e sem respostas.
Vazio.
Secura.
Choque.
Espanto? Um pouco.
Surpresa? Talvez.
Nada admira. Nada espera.
Paralisado tenta perceber algo novo. Só o velho permanece. E domina.
Não há espaço para o novo.
Nada acontece.

04/02/2006

Na última quinta feira assisti e ouvi George Michel. Não lembrava que gostava tanto das músicas dele.

03/02/2006

NA MEDIDA DO IMPOSSÍVEL

Queria arrombar com versos pesados
as portas do Paraíso.

Escritos com o sangue dos expulsos
e a revolta das gerações infindas.

Queria voltar ao que nos pertence
com um poema
na medida
do impossível.

(Fabio Rocha)
Já que ninguém financia minha ida a Balneário, me contento só com o vídeo "Big Beach Boutique". (Baixei, não comprei!!!!)

01/02/2006

Descobri que o Fat Boy Slim vai fazer um show em Balneário Camboriú em Fevereiro (acho que é dia 27)...
Alguém afim de financiar minha ida????

31/01/2006

Encontrei no Orkut

Encontrei esse texto no Orkut. Numa comunidade chamada "Os 13 graus de insanidade". Achei muito engraçado. No título vai o link para apágina do cara (Luiz César Ebraico) que escreveu "isso"

"SIMPLICIDADE" LACANIANA 10/01/2006 23:16
Quando fiz críticas à “técnica” de Lacan, alguém me respondeu dizendo que esse autor era "complexamente simples". Tenho uma réplica a fazer. Primeiro, Lacan não é "simples", ele é "pobre". O que disse de peso - e de forma enrolada - não é original e o que disse de original é estúpido (vide sua analogia entre "pênis ereto" e "raiz quadrada de menos um"). Além disso, ele e seus seguidores tentam esconder essa pobreza intelectual sendo claramente obscuros, precisamente vagos e rigorosamente frouxos. Compreende-se que fiquem absolutamente indignados com “As Imposturas Intelectuais” de Bricmont e Sokal, que denuncia isso. A propósito, depois de Voltaire, os franceses só têm sido competentes – não que isso seja desprezível, mas não se devem confundir competências – em produzir moda, vinhos, culinária e perfumaria, não em produzir idéias. Sartre até pensou que era capaz de fazer isso – e alguns acreditaram! – mas foi darwinianamente eliminado do panorama filosófico da mesma forma que certamente serão Jacques Lacan e outros perfumistas como Gilles Deleuze, Félix Guattari, Julia Kristeva, Bruno Latour et caterva.

29/01/2006


Já faz um ano que as meninas, Fernanda e Manuela estiveram por aqui com o Chico e a Edna. Claro que deixaram saudades. Na foto a versão Fernanda em outubro de 2005.

25/01/2006

Comentário do dia

Então ficamos assim: a Internet não é mais território livre.
Depois do governo norte americano solicitar ao Google e ao Yahoo um relatório sobre o conteúdo que os internautas pesquisam nos sites de busca, agora é a vez do governo chinês. Solicitou a Microsof para que retirasse do ar um blog que dicutia a democracia daquele país ( e ele retirou). Bill Gates quando interrogado sobre a solicitação do governo americano de um relatório sobre as buscas no MSN, negou-se a responder ( o que nos leva a pensar que....). O Google e o Yahoo negaram-se a dar o relatório e a questão está rolando na Justiça americana.
Não é a toa que muitos internautas estão cometendo o "orkutcídio" cansados das investigações. Até recrutadores de RH estão de olho. Sinceramente: o recrutador de RH que necessita avaliar alguém pelo seu Orkut, deve estar com carência de profissionalismo.
Enfim, o que vai sobrar na internet será um monte de futilidades, como já é nos milhares be flogs e blogs dos adolescentes. Isso com certeza não será censurado.

Cardápio do dia:

Risoto de abobrinhas acompanhado de salpicão feito com iogurte. Quem quiser a receita é só pedir.

20/01/2006

Eu assisti!!!!

Sim, eu assisti. Acreditem. Assisti "Dois Filhos de Francisco". Meio que obrigado porque o resto do povo da casa queria ver. Lá fui eu.
O que eu achei?
Um filminho legal. Os dois atores mirins encantam, assim como Dira Paes, que está impagável ( só pra variar). Sem falar do José Dumont: brilhante. O fime é até suportável até a hora em que os dois meninos desaparecem. Depois fica chato. Tem músicas mal colocadas, músicas incidentais que são cortadas sem o menor cuidado, E além do mais, para quem está por dentro da conjuntura brasileira, sabe que essa história não tem nada de excepcional. É a realidade de pelo menos 50% da população brasileira.
Enfim: continuo não gostando (porém respeitando quem gosta) da tal dupla caipira em questão.
Não entendi duas coisas: Por que chamaram o Caetano pra fazer a trilha sonora? E, onde que eles viram algo que achassem que os levaria ao Oscar? Sinceramente.....
tsk, tsk, tsk,......
É isso.

Foto do The Corrs
Vale a pena ouvir....

The Corrs

Essa banda Irlandesa tem um som cool. Muito bom. O show MTV Unplugged arrebenta a boca do balão.

19/01/2006


Saudades dessa turma....
Paulo e Ana: também estou com muitas saudades de vocês...acho que em breve vou estar por aí...a gente se fala pra poder se ver...
Beijos grandes
O blog tá de visual novo...dizem que mudar o visual de vez em quando dá mais ibope...
São tantas coisas, mas não posso escrever nada ainda. Esperar, esperar, esperar.......

11/01/2006

Muito doido

O apartamento vizinho está em reformas. hoje, depois de terem lixado o chão ontem ( o que fez com o nosso ficasse cheio de poeira), resolveram passar no chão aquele produto que dá brilho definitivo no piso. O cheiro está todo aqui dentro de casa. Tá todo mundo chapado.....( é um cehiro forte de verniz...sei lá...como se chama esse produto?)

ufa!

Esse excesso de posts de uma vez só deve-se a uma baita dor de dente que não permitiu que eu saísse pra nada. O jeito foi navegar. Tô tentando acessar o orkut...mas pra variar o servidor dele não entra...oh novidade!!!!

Fundação do CCS em Curitiba


Num momento etílico, com um monte de cearenses reunidos e só eu de penetra, resolvemos fundar o CCS de Curitiba: Clube dos Cearenses e Simpatizantes de Curtiba. OBjetivo do clube: Promover constantes encontros gastronômicos e etílicos para falar das coisas do Ceará e lembrar dos "tempos dantâneos". Para entrar no clube é preciso gostar de "furdunço", "guajarinar",e o mais importante: ter participado pelo menos de uma "tertúlia".
Eu e Mônica durante a trilha na Graciosa. Agora tô assim: praticando esportes radicais ( na verdade estava pensando no almoço que viria depois) Posted by Picasa
Passeando em Morretes com Isabela (terceira da esquerda para direita) que é de Fortaleza. Comemos o tal do Barreado....gostei mais do peixe com camarão. Recomendo conhecerem a estra da Graciosa. Muito bom passear lá no verão. Tem trilhas, rios e cachoeiras. Baita programa.  Posted by Picasa