29/12/2004

Sei que estou atrasado...Mas mesmo assim Boas festas a todos!!!!!

Ivo, pensante

Coisas novas no Blog

Mudei algumas coisas no blog...notaram? É Só olhar o sidebar da direita..

27/12/2004

É isso mesmo. Assim que me sinto. Mas palhaço de quem? de mim mesmo? dos outros? Não somos nós mesmos que estabelecemos as relações e definimos a lógica das mesmas. Acho que preciso mudar algumas coisas. Senão, continua sendo palhaço. Otário!!!!

Ivo, pensante

19/12/2004

Mais Reflexões

Outro dia num banheiro público observei que todos os homens após terminarem o sublime ato de dar uma mijada lavam as suas mãos. Pus-me a refletir sobre o significado desse ato: Se o pinto é seu, você cuida dele, e se no ato do mijo, você só faz pegar nele, por que lavar as mãos depois? Por acaso seu pinto está sujo? Você não cuida dele? Lembrando que ao longo de um dia sua mão passa por milhares de objetos e contatos e não vejo ninguém lavando as mãos todo o tempo. Exemplo: pega-se em dinheiro que passa pela mãos de dezenas de pessoas. Aperta-se a mão de pessoas que se encontram pelo caminho (sabe-se lá onde passaram as mãos dessas pessoas), abrem-se portas pegando em maçanetas, que muitas outras pessoas pegaram antes, e assim por diante.
Sendo assim é de se concluir que suas mãos possuem uma tendência bem maior de hospedarem bactérias ou simplesmente sujeira ao longo do cotidiano, do que com o simples ato de pegar no pinto para mirar bem a direção do líquido ejetado. Lembrando-se ainda que o pinto costuma passar a maior parte do dia guardadinho e protejido do contato físico e dos olhos das pessoas.
Concluo, portanto, que seria mais correto lavar-mos as mãos antes de pegarmos no nosso pinto, e não o contrário. Ou lavá-lo após ter sido tocado por nossas mãos. Mas temos essa cultura religiosa cristã ocidental que tem acabar com tudo que é realmente correto.
Portanto protesto: não lavo mais as mãos após minha deliciosa mijada. Se for você que eu encontrar após esse ato, e lhe cumprimentar apertando a mão, não diga que não sabia de nada.

12/12/2004

Reflexão

“O corpo é o veículo do ser no mundo, e ter um corpo é, para um ser vivo, juntar-se a um meio definido, confundir-se com certos projetos e empenhar-se continuamente neles.”
Merleau-Ponty

10/12/2004

Quando criança, eu decorei uma musiquinha. Não sei se foi gravada por alguém, ou se era uma daquelas de domínio público. Só sei, que achava muito engraçada... Era mais ou menos, assim:
"Eu sou viúvo e tenho um filho homem, Arranjei uma viúva e fui me casar
Mas a minha sogra que é muito teimosa, Foi com meu filho "se matrimoniar"
Desse matrimonio nasceu um garoto. Desde este dia que eu ando louco
Esse garoto é filho do meu filho, Sendo filho da minha sogra, é irmão da minha mulher
Ele é meu neto, e eu sou cunhado dele, Minha sogra é minha nóra, meu filho, meu sogro é
Nesta confusão eu já nem sei quem sou, Acaba esse garoto sendo o meu avô"
EU HEIM !!!
PROFUNDO

Se você tentou falhar e conseguiu, você descobriu o que é paradoxo


Tô doido....

Tô ficando doido...não sei se caso ou compro um frango. Se caso fico sem o frango, se compro o frango fico sem casar...e Aí?

03/12/2004

Tenho esperança ? Não tenho.
Tenho vontade de a ter?
Não sei.

Ignoro a que venho,
Quero dormir e esquecer.
Se houvesse um bálsamo da alma,
Que a fizesse sossegar,
Cair numa qualquer calma
Em que, sem sequer pensar,


Pudesse ser toda a vida,
Pensar todo o pensamento -
Então [...]



Fernando Pessoa, 11-12-1933
Eu tenho idéias e razões,
Conheço a cor dos argumentos
E nunca chego aos corações.
Fernando Pessoa, 1932
A POESIA É O AUTÊNTICO REAL ABSOLUTO. ISTO É O CERNE DA MINHA FILOSOFIA.QUANTO MAIS POÉTICO, MAIS VERDADEIRO.
Novalis.

Fases....

Estou numa fase poética....como podem perceber. Vou mandar mais um.

25/11/2004

Sinceramente...é desse que estou me sentindo. Um produto das circunstâncias que me transformam e me fazem perder o controle.....

Ivo, pensante

22/11/2004

DA DISCRIÇÃO



Não te abras com teu amigo
Que ele um outro amigo tem.
E o amigo do teu amigo
Possui amigos também...


Mario Quintana - Espelho Mágico

Da Observação

Não te irrites, por mais que te fizerem...
Estuda, a frio, o coração alheio.
Farás, assim, do mal que eles te querem,
Teu mais amável e sutil recreio...

Mario Quintana - Espelho Mágico

Num momento em papo e pensamento profundo.....Em ALFA total....quem conhece entende......

Ivo, pensante
Sou comelão assumido!!! E o pior disso tudo é como quando tô triste. E como mais ainda quando estou alegre....fazser o quê???? Comer!!!!!!

Ivo, pensante

13/11/2004

POR QUÊ TER UM BLOG?

A vantagem de se ter um blog é essa: você pode escrever o que quiser e quem quiser que leia. Vou chutar o pau da barraca. Aguardem.....

31/10/2004

Acabou a Oktober

Fui pra Oktober. Só pra ter certeza do que realmente eu achava dessa festa. Isso depois de 13 anos sem frequentar a mesma pude constatar que ela continua muito legal. Nos pavilhjões é muito quente, quase não dá pra andar: isso é muito legal
As pessoas jogam no chão toda sorte de lixo, principalmente copinhos de chop vazio: isso é muito legal.
Havia umas brigas em que mulheres e rapazes se estapeavam, visivelmente alcoolizados:isso é muito legal.
Os seguranças que perfilavam entre os frequentadores possuiam um porte, digamos assim terceiro mundo, meio Etiópia, me entendem? Isso é muito legal.
No tal do Pavilhão C não tocava música alemã: só Axé (covers) e isso é muito legal.
O CHopp (gostozíssimo da Kaizer), só custava R$3,00, e me deu uma puta dor de cabeça (só tomei um): isso é muito legal.
Viram! Não sou tão mal humorado ou negativo como sempre dizem.
Isso é muito legal.
Aham...é isso que você está pensando!!!!

Ivo, pensante

Pensando....

Finalmente consegui que encarassem de frente suas próprias percepções acerca do que fazem. As outras coisas se sobrepõem porque não possuem força para criar algo maior. Lamento.
Dizer que tudo está uma zona com um dia de observação. .. Que leviandade!!!! pra não escrever outra coisa. Definitivamente o ser humano não foi feito pra conviver. Deveriam todos ficar isolados, todos no seu devido metro quadrado...já que não pensam nada, humanamente falando.
Por que sempre tem que ser assim?
Não se pode ser idealista e querer que as pessoas sejam felizes: apenas isso. Mas não. tem sempre aqueles que "cagam " no terreno alheio. Se não sabe ...sai fora...pula em outra privada...

Mas é isso...vamos continuar.....
Apesar de Tudo.

30/10/2004

Aconteceu!!!! Uma hora tinha que acontecer. Também me faço a pergunta: Será que eu estou errado e eles certos?

Ivo, pensante

22/10/2004

Quando eu era criança tinha uma fé infinita nos adultos. Até sentia as oscilações, as turbulências, mas nunca acreditei realmente que pudesse correr algum risco mais sério estando com eles.
Talvez, e até com certeza, tenha sido muito afortunada e protegida por minha inocência, mas minha infância correu tranqüila e pude chegar até aqui.
Que vergonha da escola russa de Beslan. Vergonha das crianças.
Eu, que já sou adulta há algum tempo, assisti horrorizada ao espetáculo de incompetência da dita maioridade. Crianças grandes com armas de verdade matando crianças pequenas.
Acho que não se faz necessário o detalhamento da tragédia, uma vez que nada pode ser mais eloqüente que os fatos e seus tenebrosos números. Mais de 150 mortos e 650 feridos. Em sua maioria, crianças.
Então, imaginemos: o que se passou na cabeça daquelas crianças quando perceberam que o horror dos pesadelos pode ser real? As crianças que sobreviveram, como passarão a encarar o mundo? Que vergonha, meu Deus, que vergonha.
Nas imagens e fotos vi centenas de mulheres, enlouquecidas de dor. Achei que era provocação. Tenho certeza de que a dor é universal, e nunca duvidaria de uma só lágrima vertida por um homem - sei que são muitas e sinceras - mas a coisa me pareceu emblemática demais para que eu não tomasse como uma provocação ao adormecido poder feminino.
Foi uma tragédia para a parte mãe da Terra. Deu-me a impressão de que a qualquer momento deveria chegar uma espécie de super heroína que nem existe (como se os super-heróis existissem) com um avental sujo de ovo e o chinelo na mão, fazendo todo mundo calar a boca, defendendo os menorzinhos e, sob um sonoro “ai! ai! ai!”, obrigando as facções envolvidas a darem as mãos e negociarem polidamente.
Uma super Mãe!
O Ziraldo já inventou uma, e ela bem que podia dar as caras de novo por aí.
Mas havia mulheres entre os seqüestradores. Dizem que eram mães também, e que após terem perdido seus próprios filhos e maridos durante a invasão da Chechênia, orientam-se agora apenas pelo desejo mais cego de vingança. Não há de ser fácil perdoar a morte de um filho.

Enquanto isso, ainda no hemisfério norte do globo, há pessoas preocupadas em salvaguardar a inocência de suas crianças a qualquer custo. Na Suécia, com a aprovação de 80% da população, foi imposta a proibição da produção e veiculação de qualquer tipo de publicidade dirigido ao público de menores de doze anos. Não haverá mais propagandas na tv, nem nas revistas ou nos outdoors anunciando produtos para crianças. Também estão proibidas as participações das crianças nos comerciais para adultos, e a veiculação de comerciais adultos próximos aos horários ditos infantis das programações de tv.
A alegação é a de que a criança ainda não estaria apta a discernir o conteúdo de um programa comum do conteúdo de um comercial. Ainda não estaria preparada para se proteger do ataque deliberado aos seus sentidos, para fazê-los consumir.
Quanta delicadeza. Imaginem se essa semente de lucidez se espalha pelo mundo, e chega até aqui... Quantas fortunas ruiriam. Enfim, quem sabe um dia.
Estas têm sido minhas reflexões para escolher uma nova escola para meu filho. Seu período de pré-escola acabou, e, entre frases do tipo, “agora ele vai ter que enfrentar a realidade” vou passeando entre propostas, críticas e mensalidades. Todas altíssimas por sinal, ao contrario da Suécia, onde provavelmente todas as escolas são públicas.
Em uma escola, a proposta é construtivista demais, cada aluno com seu ritmo... A outra é mais enérgica, mais militar, e dizem que tem até padre. A outra não, é bem mais normal... Normal pra quem? Seja como for, está cercada de transito por todos os lados o que encerra a questão.

Que tipo de crianças estaremos criando aqui no nosso doce país? São suecas que percorrem corredores cheios de crianças que nunca saem da linha de tiro. São pequenos seres que, antes de completar sete anos sabem mais jingles que canções de ninar.
São crianças criadas por nós.
Alguém aí tem certeza do que se deve fazer com elas?
Artigo escrito por Mariza Orth, na AOL


Ivo, pensante

Álvaro de Campos - Lisbon Revisited(l923)

NÃO: Não quero nada. Já disse que não quero nada.
Não me venham com conclusões! A única conclusão é morrer.
Não me tragam estéticas! Não me falem em moral!
Tirem-me daqui a metafísica! Não me apregoem sistemas completos, não me enfileirem conquistas Das ciências (das ciências, Deus meu, das ciências!) — Das ciências, das artes, da civilização moderna!
Que mal fiz eu aos deuses todos?
Se têm a verdade, guardem-na!
Sou um técnico, mas tenho técnica só dentro da técnica. Fora disso sou doido, com todo o direito a sê-lo. Com todo o direito a sê-lo, ouviram?
Não me macem, por amor de Deus!
Queriam-me casado, fútil, quotidiano e tributável? Queriam-me o contrário disto, o contrário de qualquer coisa? Se eu fosse outra pessoa, fazia-lhes, a todos, a vontade. Assim, como sou, tenham paciência! Vão para o diabo sem mim, Ou deixem-me ir sozinho para o diabo! Para que havemos de ir juntos?
Não me peguem no braço! Não gosto que me peguem no braço. Quero ser sozinho. Já disse que sou sozinho! Ah, que maçada quererem que eu seja da companhia!
Ó céu azul — o mesmo da minha infância — Eterna verdade vazia e perfeita! Ó macio Tejo ancestral e mudo, Pequena verdade onde o céu se reflete! Ó mágoa revisitada, Lisboa de outrora de hoje! Nada me dais, nada me tirais, nada sois que eu me sinta.
Deixem-me em paz! Não tardo, que eu nunca tardo... E enquanto tarda o Abismo e o Silêncio quero estar sozinho!


* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *

Chove. Que fiz eu da vida ?

Chove. Que fiz eu da vida? Fiz o que ela fez de mim... De pensada, mal vivida... Triste de quem é assim!
Numa angústia sem remédio Tenho febre na alma, e, ao ser, Tenho saudade, entre o tédio, Só do que nunca quis ter...
Quem eu pudera ter sido, Que é dele? Entre ódios pequenos De mim, estou de mim partido. Se ao menos chovesse menos!
F.Pessoa, 23-10-1931

21/10/2004

Chico, Edna, Fernanda e Emanuela. Fernanda é minha afilhada...olha que graciiiiiinha!!! (a Fernanda é a maior)

Ivo, pensante
Foi muito bom comemorar meu aniversário entre aqueles que gosto, e acima de tudo com aqueles que amo. É!!! São 39 anos...e o que foi feito..meu muita coisa. Acho que está na hora de escrever um livro...vou pensar nessa idéia

Ivo, pensante

20/10/2004

olha a galera legal do Hopi Hari....valeu pessoal do UNI!!!!!

Ivo, pensante
Olha o gato....o tesão...o gostoso...enfim..tudo o que você sonhou encontrar na vida: EU!!!!!

Ivo, pensante
Eu conheci o Hopi Hari....um parquinho no interior de São Paulo..aquelas coisa...nada demais

Ivo, pensante
Quem tem medo de cobra??????....vejam minha cara de coragem..animal!!!

Ivo, pensante

09/10/2004

No meu aniversário quero estar do lado daqueles que são o que tenho de mais importante atualmente....

Ivo, pensante
Essa foi a lista de presentes que divulguei pra quem foi convidado pro aniversário...humilde, vocês não acham?

Ivo, pensante
Tá chegando meu aniversário. Só espero que a festa seja boa. Muita Feijoada pra todos...pena que não posso convidar mais gente...queria muito...mas a grana não dá...por isso vai só família mesmo. Vai ter muita comida, não muita bebida...e sobremesas..O que significa fazer aniversário? deve ter sido invenção de algum espertinho que tava afim de faturar as custas dos outros, daí inventou que tem que se comemorar esse dia....

Ivo, pensante

03/10/2004

De olho na carne....momento de tentação do Áquila..mas não pode!!!!!

Ivo, pensante

29/09/2004

Coisas que eu gosto

Cotonetes rodando no ouvido
Fumar sentado no banheiro
Coçar o saco
Dar espirros barulhentos
Alguém coçando minhas costas
Massagem nos pés
Dar massagem......(???)
Brincar com o Áquila
Comer carnes e saladas
Dar festas
Ir as festas (de pessoas legais)

25/09/2004

Olhe no fundo dos meus olhos e diga: O que que eu tô fazendo aqui?

Ivo, pensante
Gente, tô aqui pensando no sentido da vida. Estou ainda terminando minha monografia....pra quê? Por quê?...ai..ai...ai...não sei...ams eu tenho que fazer...eu quero inspiração...forças....um sentido para tudo isso...

Ivo, pensante
AlÔ..alô...aqui estou eu com Áquila...grande cão..um dos raros finais de semana com sol nessa Blumenau Velha.

Ivo, pensante

07/09/2004

Fim de Feriadão...

...mas a vida continua. Caramba...como eu estudei. Li pra cacete...o livro é muito bom: Educação e Cidadania, de susana Sedrez...é o livro final para refazer a monografia da conclusão do Curso de Especialização em "Formação Do Professor e Gestão Educacional", do IBES. Mas é isso. Importante é aprender sempre. Não parar nunca. Hoje vou pedir ajuda para minha amiga Mônica para ajudar na tradução do resumo do artigo que vai ser publicado..o "abstract". Estudar, estudar, estudar...amanhã voltar ao colégio ...enfrentar pequenas picuinhas, schilliques de aluno e professor, ignorância de colegas...comodismo e falta de ação de outros...affe...faz parte...fazer o quê?
Mas vamos a luta...que eu não vim a esse mundo pra ficar parado...quero mais é aparecer, crescer...ir adiante...viver tudo de bom. ponto com ponto br.
Assim foi meu feriadão....lendo, escrevendo, pensando ( e essa monografia que não acaba mais...) e quase enlouquecendo. Está sendo ótimo..aprendo muito sempre...mas é incrível como existem coisas pra se fazer no mundo da educação. É um puta desafio. Mas prefiro seguir a máxima: "Façamos de grande tarefas, pequenas tarefas que vamos cumprindo uma a uma".

Ivo, pensante
Aviso as pessoas chatas. "cruis credo"...vão se resolver...pessoas chatas deveriam procurar mais o que fazer do que torrar a paciência dos outros. Definitivamente deveríamos montar uma brigada para eliminar chatos. Entenda-se por chato aquelas pessoas constantemente mal humoradas que não conseguem passar um dia sem reclamar de alguma coisa. Chatos: dêem um jeito nas suas vidas e deixem a dos outros em paz....sai saravá...epê pê Ô!!!!

Ivo, pensante

04/09/2004

percebi que nunca coloquei foto da Bonnie no meu blog. POis aí está. A "nega bombom" como a chamo na intimidade....É a rainha da casa. Nos acompanha em todos os momentos. Seja de alegria, de tristeza, de preocupação....o olhar dela é quase uma fala...em códigos...

Ivo, pensante

03/09/2004

A janela.
Quero atravessá-la. Quero coragem para passar por ela...por enquanto só vejo através dela.

Ivo, pensante

02/09/2004

Coisas e Coisas

Tenho que ler um livro nesse feriadão. Educação E Cidadania, da professora Susana Sedrez. Ou leio, ou não consigo terminar essa bendita monografia. Vou ler...tchau.

Feriadozão

Puta feriado.....fazer o quê?...melhor ficar em casa do que trabalhar. Estudar, ler, conversar, visitar pessoas amigas, inventar de mexer( é com x ou ch?) no jardim.....enfim...ser ociosamente ativo.

29/08/2004


No dia do saudosismo... Posted by Hello

Sim, é brega, eu sei. Mas hoje o dia foi de lembranças. Ou melhor, de saudosismo.
Foi um daqueles dias em que bate uma saudade, de algo lá longe, que talvez pela ação do tempo, parecia boa.
Saudades do campo aberto, pasto verde, correndo entre os animais e sobre os ribeirões.
Saudades dos pés de laranja, branca, açúcar, limas....
Saudades dos pés de tangerina que nos feriam quando atacávamos roubando as tangerinas ainda verdes...e o cheiro...
Dos pés de “ameixa” (mais tarde viria a descobrir que o verdadeiro nome é nêspera)....
Do pé de butiá....conhecem? aquele coquinho amarelo agridoce...delícia..
E ainda tinham os pés de figo, pessegueiros, limoeiros, pêra...e aquelas uvas verdes que contávamos as horas para ficarem doces.
Lembrei das cenouras e nabos que roubávamos da horta da tia, tirávamos do chão, lavávamos na água do ribeirão e vapt, guela abaixo.
E a fruta-do-conde silvestre, doce como o mel...hummmm
E o cheiro de tudo...uma memória líquida que desperta bem estar. É como se aqueles aromas proporcionassem uma sensação de segurança...não sei..Acredito que era por causa da inocência infantil, quando não nos preocupávamos com contas a pagar, desempenhar bem sua função na empresa, essas amarras que o sistema te impõe.
Saudades do pai e da mãe....muitas saudades.
Dói sim, mas foi bom lembrar.
Muito bom.

 Posted by Hello

28/08/2004


Achados e Perdidos: quando se procura algo, encontra-se. Esse é o óculos de uma africana louca que estava tomando banho...perdeu e veio parar aqui. Posted by Hello

21/08/2004

Quero me reconhecer....buscar lá dentro o que está faltando. Constatadamente não é fora que se encontra a resposta. Tenho que revelar o que ainda não foi revelado. Mostrar a que vim. Fazer algo de melhor para a humanidade. Pretensão? Não. Reconhecimento de que ninguém é vegetal...aliás está errado dizer isso, até os vegetais cumprem uma missão aqui. E com competência.
Boa comparação. Numa floresta há árvores que crescem frondosas e conseguem alcançar o sol melhor do que as outras. Se observar bem, são as que tem as raízes mais fortes. E o caule mais grosso.
Vou para pra pensar sobreisso.

Admito!!!!!!!

Não me reconheço mais! Será que mudei tanto assim? As coisas mudaram tanto assim? Onde está aquele cheio de idéias e vontade? Não sei.
Tornou-se uma luta de sobrevivência tentar resgatar aquele que outrora era inquieto em pensamentos e ações.
Será que estou vivendo o que dizem aniquilamento pelas circunstâncias?
Se for isso, onde buscar a mudança?
Onde estão as minhas raízes, de onde posso sugar energia para alimentar a locomotiva. Que momento é esse?
Acho que preciso de ajuda.
Onde vou buscar?
E que ajuda preciso?

19/08/2004

Que ridículo.....sem comentários!!! Posted by Hello

trashes

Trabalhar pra quê?

Pra chegar no meio do mês e já estar preocupado porque o dinheiro acabou. Se for assim melhor não trabalhar porque o incômodo serpá só um.

Sinto que estou ficando insuportável por causa desse mau humor provocado pela grana, e como se já não bastasse outrar merdas que já temos que aguentar.

Eu não tô mais me suportando!!!!!!!! que saco!!!!!

pronto, disse!


18/08/2004

TÔ PENSANDO....

O que dizer do ser humano? Em momentos críticos percebemos a verdadeira índole de uma pessoa. Num momento crítico cada ser procura se defender, da maneira que ele achar melhor naquele momento. O que está em jogo é a sobrevivência. E ele se defende. Isso é compreensível. O que se pode questionar são as maneiras que as pessoas encontram para se defender: destruindo outras, ou pelo menos tentando. E desse momento em diante, dependendo da reação da próxima pessoa atacada pode surgir uma guerra. Ou a Paz. Depende das ações de cada um.
Na verdade, o que é vergonhoso, são os motivos que provocam as crises. Mimo, infantilidades, falta de bom senso e outras porcarias mais, inerentes ao ser humano.
Acredito que vivemos num período em que, cada vez mais, as pessoas pouco se esforçam para aceitar o novo, o diferente, o desconhecido. Armam-se e se colocam sob uma redoma protecionista, onde nada pode incomodar. Se incomodados atacam. Ferozes, rangendo dentes, afiando unhas e quando podem, afiam palavras transformando-as em armas para ferir aqueles que “incomodam”. A intolerância cresce. Talvez em pouco tempo teremos pessoas atacando outras, porque não gostam da cor do seu cabelo, do seu sotaque, do jeito como andam, por que são obesas, ou porque olharam diferentes. Como será então com aqueles que pensam de maneira diferente? Que na verdade é a maneira mais “perigosa” de ser diferente.
Temos que fazer uma campanha urgente pela tolerância. Abaixo as ditaduras construídas pela má formação de uma minoria de pessoas que não conseguem aceitar o mundo real. Temos que mostrar a elas o que é real: O mundo é feito de diferenças. E quanto mais diferente, mais interessante. Temos que quebras as redomas ridículas colocadas sobre essa minoria “fraca” pela compreensão, e deixar que eles respirem o oxigênio que mantém tudo vivo.

Encontri essa foto...susto...pensei que era eu mesmo....!!!!!!! Posted by Hello

17/08/2004

Indignado

Gente, quando vamos poder nos livrar dessa babquice televisiva que passa o dia inteiro. Os noticiários são clonados. Até a opinião do Bóris Casói já encheu osaco. Os programas de auditório discutindo assuntos sem nenhum fundamento onde pessoas ignorantes dão opiniões do tipo "eu acho".....quando a única coisa que sabem fazer é subir bum palco e cantar baboseiras. Apresentadores burros e mal educado. Hebe Camargo, o ícone da ignorância brasileira.....
Programas fazendo "testes de fidelidade"... Armações e mais armações....
Será que estamos condenados a presenciar a burrice a toda hora. e o nosso salário, um avilte a nossa dignidade que não nos permite assinar uma tv a cabo. Ou pelo menos poder alugar mais filmes em locadoras....
Ai, ai , ai......Até quando??????????
"Para o mundo que eu quero descer".....já dizia Sílvio Brito.

Lindão do papai.....Áquila, o ZéCão..doido... Posted by Hello

Momentos UNI.....Torcendo pelo Sucesso...de TODOS!!!!!!!!!!!!!!!! Posted by Hello

14/08/2004


Uma versão atualizada de um gripado totalmente lascado. Odeio gripes!!!!! Ainda mais trabalhando nesse final de semana...que saco. Fazer o quê. Acho que estou com a imunidade baixa. Já é a terceira gripe nos últimos dois meses. Acho até que sei por quê. Falta de crença nas coisas que estão acontecendo. Ou melhor, nada acontece!!!!!!!!!!! Posted by Hello

é!!! então? Posted by Hello

Hoje eu tô assim...

CÂNTICO NEGRO
-- um poema de JOSÉ RÉGIO

"Vem por aqui" - dizem-me alguns com os olhos docesEstendendo-me os braços, e segurosDe que seria bom que eu os ouvisseQuando me dizem: "vem por aqui!"Eu olho-os com olhos lassos,(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)E cruzo os braços,E nunca vou por ali...A minha glória é esta:Criar desumanidades!Não acompanhar ninguém.- Que eu vivo com o mesmo sem-vontadeCom que rasguei o ventre à minha mãeNão, não vou por aí! Só vou por ondeMe levam meus próprios passos...Se ao que busco saber nenhum de vós respondePor que me repetis: "vem por aqui!"?
Prefiro escorregar nos becos lamacentos,Redemoinhar aos ventos,Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,A ir por aí...Se vim ao mundo, foiSó para desflorar florestas virgens,E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!O mais que faço não vale nada.
Como, pois, sereis vósQue me dareis impulsos, ferramentas e coragemPara eu derrubar os meus obstáculos?...Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,E vós amais o que é fácil!Eu amo o Longe e a Miragem,Amo os abismos, as torrentes, os desertos...
Ide! Tendes estradas,Tendes jardins, tendes canteiros,Tendes pátria, tendes tetos,E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...Eu tenho a minha Loucura !Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;Mas eu, que nunca principio nem acabo,Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.
Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,Ninguém me peça definições!Ninguém me diga: "vem por aqui"!A minha vida é um vendaval que se soltou, É uma onda que se alevantou,É um átomo a mais que se animou...Não sei por onde vou,Não sei para onde vouSei que não vou por aí!

12/08/2004


Momento azedo!!!Arepresentação real do momento em questão, do local emquestão...de muitas pessoas deste local em questão....entenderam????? Posted by Hello

08/08/2004

desabafo

As vezes penso que as pessoas deveriam se impor um pouco mas nas coisas que lhes incomodam. Mas pra que, se no mundo de hoje as pessoas não conseguem nem ver o que acontece diante do seu nariz. Costumo falar pra mim mesmo que é tolice querer mudar o mundo, as pessoas , suas atitudes, a maneira como pensam e o que gostaríamos que fizesssem para um mundo melhor. As vezes somos tolos, imaturos, fracos, objetivos e porque não covardes.Mas talvez pensando assim um dia quem sabe não chegaremos a tocar de verdade no coracão um dos outros. Acredito em um mundo melhor e quem sabe consigo chegar um pouquinho mais perto de um mundo que é só deles , mas que um dia poderá ser meu também.

07/08/2004


num momento artístico dark-punk-neo futurista, surgiu esta imagem que reflete um relapso total do inconsciente mais profundo a nível mesmo enquanto pessoa buscando algo a mais do que a simples contemporaneidade da conjuntura psico-younguiana onírica dentro de uma perspectiva holística. Posted by Hello

Esta é nossa homenagem ao Pitta. Grande amigo. Saudades dos seus pulos, seu rabo sempre abanando e seus "discretos" escândalos quando chegávamos na sua casa. Querido amigo...Saudades.
Pitta: valeu por tudo, principalmente pelo companheiro que você foi para nossas amadas amigas.
Pitta: aquele que atravessou o mundo segurando "barras".
Kisses, good boy, Very good boy.
E para a Mõnica...toda a força do mundo.
 Posted by Hello