04/11/2007

Definitivamente não suporto shoppings centers.
Redutos do consumismo e da futulidade sempre têm:
- número incrível de adolescentes ocupando espaço sem consumir;
- peruas andando de um lado para outro com pequenas sacolas de pseudo grifes sonhando acordada com aquilo que não pode comprar;
- pseudo promoções que tem barato não tem nada (algumas anunciam 70% Off );
- praças de alimentação óbvias sem absolutamente nada de diferente (sempre os memsos fasts ou aqueles famosos "quilos" - abominável).
Sem falar que todos são sempre a mesma coisa por dentro: infinitas vitrines tentando ser clean e no interior das lojas simpáticas e lindas atendentes torcendo para que entre um cliente que não seja chato e compre alguma coisa.

02/11/2007

Depois de aproximadamente uns 30 anos voltei a assistir um jogo de futebol de dentro do Estádio. Quem diria? Achei que isso nunca mais iria acontecer. Depois do jogo, ligeiramente decepcionado com o resultado, pois o meu time acabou no empate de 1 X 1, fiquei lembrando dos tempos de garoto, quando aos domingos pela manhã ia ao campo de futebol ( o único que exisitia na Guabiruba...será que ele ainda tá lá?...ou virou loteamento???) acompanhava meu pai e irmãos mais velhos para assistir os times da cidade em disputa. Sempre acaba torcendo pelo time que tinha um parente, um amigo, e gritava e xingava e sofria....e ao final das partidas saíamos comentando quem fez o melhor gol, a mais bela jogada...ou inventávamos alguma desculpa qualquer quando o time para o qual torcíamos tivesse perdido. Durante esse jogo (Fortaleza X Santo André - 30/10/2007) tudo isso veio a memória. Pensei também na comodidade que a tv nos dá. Podermos assistir de dentro da nossa casa, confortavelmente instalados no sofá da sala, ou na cama a luta dos atletas na busca da sua vitória. E í a constatação: como a tv é fria. Nada se compara ao espetáculo dado em campo. Poder acompanhar o balé esportivo passo a passo sem a imposição da câmera tem outro sabor. É emoção pura. Revivi aquela mesma emoção de criança. Torcer, lamentar, vibrar, xingar.....sofrer. Mesmo sendo uma partida de times de segunda divisão. Pode parecer esquisito tudo isso aqui escrito. Mas foi a maneira que encontrei para dizer como foi bom ter ao jogo. Depois dessa acho que vou assistir o Brasil no Morumby.....tô me viciando.

P.S.: Fiquei chocado vendo o Marcelino Carioca jogando no Santo André, time de segunda divisão. O Cara sem nenhum brilho, não fez uma jogada interessante....o que foi aquilo.

(créditos da foto: Paulo Carvalho - aí Paulão, roubei a foto mas coloquei os créditos...rs)